Em sessão de ‘Vingadores: Ultimato’, homem dá spoilers e provoca briga

29/04/2019 às 11:21. Comente esta notícia!

 

O pedido dos diretores de “Vingadores: Ultimato” para os fãs não darem spoilers foi ignorado por um espectador numa sala de cinema em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio, que estragou o tão aguardado momento da conclusão de uma história contada em 22 filmes da Marvel para quem estava sentado próximo a ele. A situação se desenrolou de tal forma que provocou uma confusão generalizada, que foi registrada em vídeo pelo árbitro de futebol Alipio Ramos, de 32 anos, nesta sexta-feira. A cena, postada no Facebook, num instante viralizou, alcançando, até o momento, 54 mil visualizações.

 

Pancadaria na sessão do cinema no filme dos vingadores… coisas de São Gonçalo..KkkkkkkkkkkEu amo isso KkkķkkCoisas que só acontece com Alipio presente.

Posted by Alipio Ramos on Friday, April 26, 2019

 

O morador do bairro Amendoeira, também em São Gonçalo, relatou que o tumulto começou quando o homem que contava o que ainda ia acontecer no filme foi agredido por por um que estava sentado na fileira de trás. As outras pessoas, que já estavam revoltadas com os spoilers começaram a gritar, pedindo que funcionários do cinema no Partage Shopping, no centro da cidade, apartassem a briga. Enquanto isso, a tela continuava a exibir momentos decisivos para a saga.

 

Segunda parte da pancadaria (ultimato) dentro do cinema no filme dos vingadores..Partage shopping sao Gonçalo.Somos são Gonçalo powwwwE depois dizem que só alipio atraí essas coisas kkkkkkkk

Posted by Alipio Ramos on Friday, April 26, 2019

 

 

— Tinha um garoto a umas duas ou três fileiras abaixo contando o filme todo. Quem estava perto conseguia ouvir. Ele estava incomodando. Na cena crucial de Vingadores, depois de uns 15 anos esperando, um cara atrás dele já veio dando uma cacetada de cima pra baixo nele. O que bateu não estava aguentando mais. E nisso começou uma briga generalizada e gritaria. O cinema não parou o filme, foi então que comecei a filmar. A situação estava muito cômica, mas deixou um clima chato — contou Alipio.

Ainda segundo ele, o espectador que relatava o que aconteceria no filme foi retirado da sala. O árbitro de futebol disse também que os responsáveis pela exibição voltaram as cenas até o momento em que a confusão começou.

— Até deu para curtir o filme, mas não deu aquela emoção — lamentou. — Era a cena principal, depois de 15 anos esperando. O cara estragou justamente essa parte.

Campanha contra spoilers nas redes sociais

A hashtag #DontSpoilTheEnding (“Não estrague o Ultimato”, em tradução livre) foi um dos assuntos mais comentados do Twitter nesta terça-feira, quando Joe e Anthony Russo divulgaram o pedido para os fãs. Os diretores disseram que eles e o elenco trabalharam “incansavelmente nos últimos três anos com a única intenção de entregar uma conclusão surpreendente e emocionalmente potente para a saga”. A trama tem sido envolta em sigilo, sem nenhuma exibição prévia até mesmo para jornalistas.

“É isso. Esse é o fim. O fim de um mosaico narrativo sem precedentes criado ao longo de 11 anos e 11 franquias.”, diz o texto. “Para todos vocês que estiveram nessa jornada conosco desde o começo, compartilhando todos os pontos altos e baixos com suas famílias, amigos colegas de sala ou de trabalho. Se envolvendo profundamente com cada personagem e trama. Rindo. Torcendo. Chorando. Se libertando de seus pensamentos e emoções em diálogos, teorias, arte criada por fãs. Por favor saibam que nós todos, e todos os envolvidos em ‘Ultimato’, trabalhamos incansavelmente nos últimos três anos com a única intenção de entregar uma conclusão surpreendente e emocionalmente potente para a saga do Infinito.”

“Uma vez que tantos de vocês deram seu tempo, seus corações e suas almas a essas histórias, novamente pedimos ajuda”, continua o texto. “Quando vocês assistirem Ultimato nas próximas semanas, por favor não estraguem para os outros, da mesma maneira que vocês não gostariam que acontecesse com vocês. Lembrem-se, Thanos ainda exige seu silêncio”.

 

 

Fonte:   Extra