Ela deixou de ser a mulher mais bela ao ter 65% do seu corpo queimado, mas seu marido segue lhe apoiando

30/03/2017 às 18:19.

Turia Pitt era a mulher mais bela da Austrália. Uma mulher de somente 23 anos e com uma grande carreira de modelo e um talento especial para os esportes. Mas o destino deu uma volta de 360° e a sua vida mudou por completo.

Tutia, apaixonada por esporte, se preparava para uma competição em meio ao bosque, correndo, quando foi surpreendida por um fogo florestal.

Ela ficou muito machucada, mais de 65% do seu corpo foi queimado e desfigurado. Os médicos não sabiam se conseguiriam a salvar, mas a vida lhe quis dar uma segunda oportunidade.

Turia se submeteu a mais de 200 cirurgias em menos de dois anos. Foi um período de muita dor, angústia, negação, desengano; entretanto, o amor de sua família a salvou, principalmente de sue amado Michael Hoskin.

Michael e Turia eram namorados antes do acidente e hoje são marido e mulher. Michael tem sido um ponto fundamental para a auxiliar nesta batalha.

Apesar da terrível tragédia, Turia tem tentado dar um sentido a tudo o que aconteceu.

Para ela, as coisas na vida nunca acontecem por acaso.

De cada evento, bom ou mal, sempre podemos tirar um aprendizado. Esta é a forma que a vida opera.

Por isso, Turia tem se dedicado não somente a difundir a sua história, mas também a ajudar outras pessoas.

Além disso, Turia decidiu não ter vergonha de seu corpo, as queimaduras não são razão para se esconder. Mesmo que ainda não tenha retomado sua vida como modelo, ela decidiu voltar a vida pública e mostrar-se como é atualmente.

Hoje ela treina seu corpo e fortalece sua mente através de rotinas esportivas.

Turia se tornou uma guia para a vida d emuitas pessoas, sua vontade e força são as suas melhores armas para viver.

Via:perfeito.guru