Dormir ao lado de alguém que ronca prejudica a sua saúde, segundo estudo

19/07/2019 às 14:11.
acordada insonia sono 1216 1400x800
martin-dm/istock

O ruído de um avião pode ser tão prejudicial quanto o ronco de uma pessoa que dorme ao seu lado, afirma um estudo sobre a poluição sonora durante o sono. Estes sons, quando atingem os 35 decibéis, aumentam a pressão arterial, dizem os cientistas.

Sono tranquilo? Somente quando há silêncio

A curiosa informação vem de um estudo do Imperial College London sobre os efeitos da poluição sonora no sono. A ideia do estudo foi descobrir como o barulho dos aviões afeta quem mora perto de um aeroporto. Para descobrir isso, eles estudaram vários fatores, como a pressão arterial.

“Nossos estudos mostram que o ruído noturno das aeronaves pode afetar instantaneamente a pressão sanguínea e aumentar o risco de hipertensão”, diz o Dr. Lars Jarup, um dos autores do estudo, no relatório da universidade.Como o ronco afeta a saúde

sono ronco casal 0916 1400x800
Watchara Tongnoi/shutterstock

Os efeitos nocivos do barulho não estão na origem do som, mas no nível de decibéis. Como os cientistas indicaram, os efeitos começaram a ser sentidos após 35 decibéis, um nível similar ao de um avião no ar, tráfego de carros ou um parceiro roncando na cama.

Em um estudo anterior havia descoberto que pessoas que viveram perto de aeroportos por 5 anos e conviviam com sons de mais de 10 decibéis tiveram um risco 14% maior de hipertensão.

A pressão alta está associada à insuficiência cardíaca, que pode levar à morte súbita. Além disso, se esta condição permanecer ao longo do tempo, acaba enfraquecendo o miocárdio e afetando o funcionamento do coração.

Via: Vix