Desconhecidos ajudam nordestina de 96 anos a conhecer o Cristo

26/12/2018 às 11:37.

Depois de pensar que estava velha demais pra satisfazer o desejo de uma vida, dona Joana ganhou viagem ao Rio e pôde rezar aos pés do Cristo Redentor.

Joana Pereira de Andrade, 96 anos, nasceu em Aracati, no interior do Ceará. Sempre cultivou a vontade de viajar até o Rio de Janeiro para ver de perto o Cristo Redentor. E a vida deu muitas voltas até que ela, sem mais acreditar que este sonho ainda pudesse ser possível, conseguisse pisar em solo carioca. Melhor: chegasse aos pés da estátua que é o ícone da cidade.

Dona Joana borda no interior do Ceará

Dona Joana, que é viúva, casou-se com 17 anos e teve 12 filhos. Construiu uma grande família: são 46 netos, 53 bisnetos e 23 tataranetos. Até hoje é artesã: faz e vende suas rendas. E foi sem soltar a agulha e a linha que ela conversou com participantes do projeto Ser.Tão Sonhador e contou seu desejo, quase envergonhada e rindo de si mesma:

“O lugar do mundo que eu mais tenho vontade de conhecer, sabe? O que era uma coisa muito difícil pra mim… Era ir ao Rio de Janeiro, ao Cristo Redentor. Coisa impossível! Mas agora já nem penso nisso mais não. Estou muito velha. Em tempo de o avião cair e eu morrer”, comentou entre risadas.

Mal sabia dona Joana que os voluntários do projeto decidiram ali realizar o seu sonho. Eles começaram uma campanha na internet para arrecadar fundos e viabilizar a viagem. Em menos de dois meses, tudo certo: o Hotel Regina Rio cedeu duas diárias para dona Joana e uma acompanhante e o dinheiro necessário para as passagens aéreas e outros gastos foi arrecadado em uma vaquinha online.

Na última sexta-feira (7), dona Joana desembarcou no Rio. Na tarde de sábado (8), finalmente, realizou o encontro esperado de uma vida: pôde fazer seus pedidos e agradecimentos bem pertinho do Cristo. Confira a emoção dela no dia, em fotos e vídeos: