Ao Vivo

Delegado acusado de matar esposa e enteada em Curitiba é condenado a 38 anos de prisão

5 de julho de 2024

Foto: Murilo Souza/RPC

Por g1

O delegado Erick Busetti foi foi condenado a 38 anos, 10 meses e 18 dias de prisão pela morte da esposa Maritza Guimarães de Souza, e a enteada Ana Carolina de Souza. O crime aconteceu em março de 2020.

Além disso, Erick também perdeu o cargo de delegado de polícia e a guarda da filha de 12 anos.

A sentença foi lida na madrugada desta sexta-feira (5) no Tribunal do Júri em Curitiba, após quatro dias de julgamento.

Maritza tinha 41 anos e era escrivã da Polícia Civil. A filha dela tinha 16 e era estudante. Elas foram mortas na própria casa.

O advogado de Erick, Claudio Dalledone, informou que irá recorrer da decisão.

O advogado de acusação, Samuel Rangel, falou que a decisão do Tribunal do Júri de Curitiba foi muito bem decidida.

“Hoje nós falamos um rotundo não para a covardia, um rotundo não para os maus métodos, um rotundo não para o machismo”, disse.

Saiba mais