De olho na Copa, loja aceitará TV velha como entrada na compra de nova

13/04/2018 às 08:07. Comente esta notícia!

O Magazine Luiza começará neste sábado a aceitar TVs antigas como entrada na compra de uma nova. A promoção vai até o último dia da Copa do Mundo de futebol, 15 de julho, em todas as 860 lojas físicas da rede.

Segundo a varejista, qualquer marca e modelo de televisor serão aceitos, mesmo aqueles mais antigos, de tubo. As condições são que o aparelho esteja funcionando, com a tela íntegra, com cabo de energia e controle remoto.

Os descontos vão de R$ 50 a R$ 1.500, dependendo da idade, tamanho e tecnologia da TV dada como entrada. O cálculo do valor será feito por um software da Trocafone, empresa que já é parceira do Magazine Luiza em ações do mesmo tipo, mas voltadas para a troca de celulares e tablets.

Os aparelhos entregues passarão a pertencer à Trocafone e poderão ser revendidos, desmontados para o uso de peças ou descartados.

TV ‘zicada’

O jogador Oscar (e), da seleção do Brasil, ao lado do alemão Lahm, desaba e chora ao final da partida entre Brasil x Alemanha onde a equipe brasileira foi goleada por 7 a 1 no Estádio do Mineirão, pelas semifinais da Copa do Mundo 2014.  (Foto: Estadão Conteúdo/Arquivo)

O jogador Oscar (e), da seleção do Brasil, ao lado do alemão Lahm, desaba e chora ao final da partida entre Brasil x Alemanha onde a equipe brasileira foi goleada por 7 a 1 no Estádio do Mineirão, pelas semifinais da Copa do Mundo 2014. (Foto: Estadão Conteúdo/Arquivo)

O mote da campanha publicitária será: “Você vai ter coragem de ver o Brasil [na Copa 2018] com a mesma TV do 7×1?”.

“A brincadeira é que as TVs que viram o 7×1 [da Alemanha sobre o Brasil, na Copa de 2014] estão zicadas”, conta Ilca Sierra, diretora de marketing multicanal do Magazine Luiza.

De acordo com ela, ação começou a ser pensada ainda em 2017 junto aos fornecedores e os estoques foram ampliados para dar conta da demanda. A expectativa é vender o dobro de TVs comercializadas no período equivalente do ano passado.

“A gente sabe que o Brasil para para esse momento [a Copa] e isso tem um peso grande para a nossa categoria. E sabemos que este é o ano da tela grande e do 4k”, diz Ilca.

Via: G1