Ao Vivo

Curitiba tem frio, chuva e expectativa de melhoria nos níveis de reservatórios

30/10/2020 às 07:59.

A chuva que chegou a Curitiba e região na noite desta quinta-feira (29) vai se manter de forma isolada ao longo do dia nesta sexta-feira (30). Segundo o Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (Simepar), o vento que trouxe a umidade também contribui para deixar as temperaturas bem amenas. A máxima prevista para a capital não deve ultrapassar os 16º C.

Mesmo que isoladas as chuvas não importantes e bastante esperadas por causa da forte seca pela qual a região da grande Curitiba passa nos últimos meses. O Simepar, inclusive, já registrou um acumulado de 30 milímetros de chuva desde a noite de quinta-feira até às 5h da manhã de sexta em Curitiba e região metropolitana.

Em Curitiba, nesta sexta, o céu deve seguir mais fechado até noite. Porém, de acordo com a meteorologia, não há previsão de chuva significativa ao longo da tarde. O Simepar aponta temperaturas variando entre 12º C e 16º C, ou seja, haverá uma baixa amplitude térmica na capital, em comparação com os dias anteriores.

Nas praias do Paraná, segundo o Simepar, o tempo deve se manter bastante instável e chuvoso. “Principalmente, em razão do vento, que volta da predominar do oceano em direção ao continente. Efeito que se reflete na capital”, explica o meteorologista Samuel Braun, do Simepar. As temperaturas no Litoral também serão amenas. https://10490ab2da0333790988a151315445a4.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html

Conforme aponta o mapa do Simepar, em Guaratuba, Matinhos e Pontal do Paraná, a variação térmica deve ficar entre 15º C e 18º C nesta sexta-feira.

Chuvas

A expectativa por chuvas mais significativas tem sido constante em Curitiba e região, por causa da crise hídrica. Em função da estiagem, a Sanepar realiza rodízios no abastecimento de água da capital a cada 36 horas, ou seja, as residências de diversos bairros passam um dia e meio com água e um dia e meio sem água.

Há cerca de dois meses, a Sanepar lançou a campanha “Meta 20”, pedindo que que as pessoas economizem água para atingir uma meta mensal de 20% de economia. O objetivo da campanha é tentar evitar o esvaziamento das represas que abastecem a região.

Se o nível dos reservatórios estiver menor do que 25%, o rodízio no abastecimento pode ficar mais severo, passando para 24 horas por 48 horas (um dia com água, dois dias sem água). Nesta manhã, segundo a Sanepar, a média era de 27,50%.

Via: Tribuna Do Paraná