Curitiba tem 204 radares de trânsito. Você sabe onde eles ficam? Veja o mapa!

05/04/2018 às 16:19. Comente esta notícia!

Seja para controlar o limite de velocidade dos motoristas ou multar aqueles que cometem infrações como parar em cima da faixa de pedestres, os radares de trânsito de Curitiba estão espalhados de Norte a Sul da cidade. São pelo menos 204 aparelhos fixos instalados na capital, sem contar dois radares estáticos, que são remanejados dependendo da demanda.

Do total de radares, 63 são responsáveis por verificar apenas a velocidade dos veículos. Outros 141 são capazes de detectar também avanço de sinal vermelho, parada na faixa de pedestre, conversão proibida e retorno proibido.

Pesadelo dos desatentos ou infratores, as multas começam quando motoristas superam o limite de velocidade em até 20%, faixa que rende quatro pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e cobrança de R$ 130,16. Em seguida, para quem transita entre 20% e 50% acima do limite de velocidade, há a infração grave, que além de gerar cinco pontos na Cateira, tem custo de R$ 195, 23.

O preço da infração, porém, pode chegar até R$ 880,41. Esse valor equivale ao trânsito em mais de 50% acima do limite de velocidade permitido na via, ato considerado infração gravíssima, implicando em 7 pontos e suspensão da CNH.

31-01-12_radares

Além dos aparelhos fixados pela Setran, eventualmente surgem, ainda, os radares em teste pela cidade. Mas, fique tranquilo: esses aparelhos, além não constarem na lista de radares da Setran, não podem multar os motoristas, conforme explica Marcio Souza, coordenador de Fiscalização Eletrônica da Superintendência Municipal de Trânsito (Setran).

De acordo Souza, todos os tipos de aparelhos e suas funções são regulamentadas pela resolução número 396 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

Veja o mapa

Pino Rosa: Radar de Velocidade + Avanço de sinal vermelho + Parada na faixa de pedestre + Conversão proibida e Retorno proibido

Pino Azul: Radar Somente velocidade

 

 

 

 

Via: Tribuna do Paraná