Ao Vivo

Curitiba suspende cirurgias eletivas do SUS após alta dos casos de covid-19

18/11/2020 às 08:50.

Foto: Gerson Klaina/Tribuna do Paraná.

A secretária de saúde de Curitiba, Márcia Huçulak, afirmou que a que prefeitura vai suspender, a partir desta terça-feira (17), a realização de cirurgias eletivas no Sistema Único de Saúde (SUS) da capital. A decisão ocorreu após um aumento nos casos, registrados principalmente após o feriado de Finados. Segundo dado mais recente, Curitiba tem 51 leitos disponíveis pra covid-19 em Curitiba.

Segundo a secretária houve uma percepção do aumento de casos na quarta-feira passada, quando as unidades registraram mais procura da população com quadros respiratórios. “Como já vivemos a primeira onda e já conhecemos o movimento de alteração, percebemos um aumento de casos novos deste quarta-feira (11) e nossas Upas já registraram um aumento de busca por casos respiratórios. Estamos nos preparando e isso leva um tempo nos hospitais. O objetivo é que a gente tenha tenha mais leitos na semana que vem e nenhum problema de atendimento aos usuários”, explicou a secretária.

De acordo com a secretária, o aumento nos casos neste momento é reflexo do feriado estendido de finados. “Isso demonstra que as viagens e aglomerações geram um aumento de transmissão do vírus no nosso meio. Nossa taxa de transmissão subiu. Todas essas situações acenderam alerta para buscar medidas pra preparar o sistema de saúde para esse aumento de demanda”, alertou. https://b595f556d85b783279e2de32be9fead3.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html

Por causa do cenário de alta dos casos, a secretária ressalta a importância do cuidado da população. “O vírus não foi embora, está no nosso meio e está na nossa mão a capacidade de conviver com ele. Use máscara, evite aglomeração. Em caso de suspeita de contato com alguém positivo ou sintomas como coriza, tosse, febre, dor de garganta, dor no corpo, ligue para o (41) 3350-9000 que vamos acompanhar e se isole. É eficaz”, alertou a secretária.

Via: Tribuna Do Paraná