Ao Vivo

Curitiba renova decreto de lockdown e bandeira vermelha até a Páscoa (04/04)

26/03/2021 às 17:40.

Foto: Ilustrativa/Reprodução

A prefeitura de Curitiba decidiu renovar, nesta sexta-feira (26) o decreto que mantém o lockdown com bandeira vermelha e restrições mais rígidas contra a pandemia de covid-19 na cidade. O detalhes do novo decreto (600/2021), bem como as mudanças que ele deve trazer, serão divulgadas em instantes. O documento de hoje antecipa o fim do decreto anterior e a validade das restrições passa a ser dia 4 de abril, domingo de páscoa!

Alguns ajustes foram feitos no novo documento. “Para dar um refresco no comércio, estamos liberando apenas o comércio de rua para atuar em delivery e drive trhu. Para shoppings e centros comerciais será permitida o atendimento por delivery para atividades não essenciais”, disse Márcia Huçulak. “Entendemos as dificuldades do comércio e por causa da Páscoa faremos essa mudança”.

Atividades religiosas serão permitidas, mas incentivadas no modelo drive thru na semana que antecede a Páscoa. “Evitem se encontrar. A nova variante tem uma transmissão muito maior. Tem muita gente jovem morrendo. O agravamento dos casos podem ser evitados se nos mantivermos no núcleo familiar de convívio diário”.

Indústria e construção civil estão liberadas para atuar normalmente.

Segundo o infectologista e diretor do Centro de Epidemiologia da SMS, Alcides Oliveira, é preciso que se mantenham a compreensão e o empenho nas medidas de prevenção, já que os resultados estão aparecendo.

“O lockdown é efetivo, importante para o freio da transmissão da doença ocorra na cidade. O resultado do lockdown irá aparecer em alguns dias ou semanas. O efeito não é de imediato. O que já conseguimos é que gradativamente a curva de subida vá regredindo ou diminuindo sua velocidade.

Os decretos

Antes dessa renovação Curitiba vinha de duas semanas medidas restritivas que têm como objetivo conter o avanço da covid-19 na cidade. Segundo boletim desta quinta-feira, eram mais 1.135 novos casos de covid-19 e 32 mortes de moradores da cidade infectados pelo novo coronavírus

Na prática, a bandeira vermelha indica uma espécie de lockdown em Curitiba, com a proibição de atividades e serviços não essenciais. Nesta quinta-feira (25), a taxa de ocupação de leitos do SUS reservados para pacientes com sintomas da Covid-19 estava em 101% em Curitiba.

Via: Tribuna Do Paraná