Ao Vivo

“Curitiba poderá ter óbitos por falta de assistência”, alerta médico.

09/12/2020 às 08:31.

Foto: Pixabay

O médico infectologista Jaime Rocha, que também é diretor de Prevenção e Promoção à Saúde da Unimed Curitiba e responsável pela Unimed Laboratório, faz um alerta com relação a falta de leitos de UTI para coronavírus, tanto em hospitais públicos como particulares. “Se não houver contribuição da população como um todo e compreensão de que aglomerações e a falta de adesão nessas medidas continuam trazendo casos novos, nós não vamos tolerar e passará a ter óbitos por falta de assistência”, desabafou o médico no vídeo.

Nesta terça-feira (8), Curitiba conta com apenas 18 leitos livres de UTI para coronavírus na rede SUS. A informação foi confirmada no boletim divulgado durante a tarde. A taxa de ocupação para covid-19 está em 95%. Para continuar mantendo a assistência, a secretaria ativou nesta terça mais sete leitos de UTI para covid-19 no Hospital do Idoso.

Sem querer ser alarmista, o infectologista não se propôs a dizer sobre a importância da higiene de mãos e do uso da máscara. “Eu tenho certeza que você já sabe de tudo isso”, comentou. Rocha enfatizou a possibilidade da falta de leitos. “Está começando a faltar leitos na parte pública e privada. Estamos abrindo mais leitos, mais leitos, mas o comportamento das pessoas faz com que o número de casos seja de tal tamanho que nós não estamos dando conta”, revela.

Não é a primeira vez que o médico Jaime Rocha grava vídeo para esclarecer a situação da pandemia do novo coronavírus em Curitiba. Em março desse ano, Rocha fez um vídeo que viralizou no WhatsApp com informações bem didáticas sobre a doença, que na época ainda era pouco conhecida.

Via: Tribuna Do Paraná