Ao Vivo

Curitiba deve aderir a programa pra subsidiar entrada de financiamento imobiliário

13/05/2021 às 08:06.

O vice-prefeito Eduardo Pimentel anunciou no Palácio Iguaçu, o interesse da Prefeitura de Curitiba em aderir à nova modalidade do programa Casa Fácil Paraná. Foto: Jonathan Campos/AEN

O vice-prefeito Eduardo Pimentel revelou nesta quarta-feira (12), no Palácio Iguaçu, o interesse da Prefeitura de Curitiba em aderir à nova modalidade do programa Casa Fácil Paraná, anunciada pelo governador Ratinho Junior. Serão aplicados R$ 450 milhões para facilitar a aquisição da casa própria para famílias de até três salários mínimo.

O Estado repassará R$ 15 mil por família para a entrada dos financiamentos aprovados pela Caixa Econômica Federal. “Esse programa viabiliza a parte mais pesada do financiamento, que é a entrada. Isso facilita muito porque, depois, as famílias conseguem se adaptar às parcelas. Vamos aguardar em Curitiba o edital de chamamento para as prefeituras para fazermos parte dele”, afirmou Eduardo Pimentel, que representou o prefeito Rafael Greca no evento.

Pimentel reforçou que na capital, atualmente, 50 mil famílias aguardam a casa própria. “Temos feito um grande trabalho na área da habitação para resolver um problema histórico da capital. Nesta pandemia, além da vacinação e a geração de empregos, Curitiba considera a moradia como uma prioridade”, afirmou.

Ele falou ainda sobre o projeto do Bairro Novo da Caximba, que será o maior projeto habitacional e socioambiental da história de Curitiba. O projeto envolve a construção de novas moradias para reassentamento de 1.147 famílias

Valor da entrada

Com o auxílio, o setor público soluciona o maior obstáculo para obtenção da casa própria pela população nesta faixa de renda, cuja maioria das famílias não dispõe de recursos próprios para arcar com o valor de entrada dos financiamentos imobiliários do governo federal.

“É o maior programa habitacional feito por um estado nesse momento. Vamos financiar a entrada das casas para pessoas de baixa renda com recursos a fundo perdido. Estamos gerando dignidade e garantindo a contratação de milhares de empregos em toda a cadeia da construção civil”, afirmou o governador Ratinho Junior.

Os interessados poderão pleitear o subsídio a partir da inscrição no cadastro de pretendentes da companhia, disponível gratuitamente e de forma online no site www.cohapar.pr.go.br/cadastro. Os pretendentes deverão preencher uma ficha de inscrição familiar, informando dados financeiros, sociais e de composição familiar, além de indicar o município de interesse.  

Via: Tribuna Do Paraná