Corpo de arquiteto é reconhecido em Brumadinho; noiva, pai, madrasta e irmã continuam desaparecidos

 

O arquiteto Luiz Taliberti Ribeiro da Silva, de 31 anos, foi reconhecido na manhã desta quarta-feira (30) pela mãe Helena Taliberti, em Brumadinho (MG).

A noiva dele, que está grávida de 5 meses, o pai, a madrasta e a irmã continuam desaparecidos após o rompimento da barragem I da Mina Córrego do Feijão da Vale, na sexta-feira (25). A Defesa Civil confirmou até agora 84 mortos e 276 desaparecidos.

Foi dele a ideia de viajar com a família para a cidade mineira para conhecer o museu Inhotim. A família de Silva estava hospedada na pousada Nova Estância, que foi destruída. O pai e a madrasta moram em São José do Rio Pardo (SP).

Luiz Taliberti, de 31 anos, com o pai, a irmã e a madrasta — Foto: Reprodução/Facebook
Luiz Taliberti, de 31 anos, com o pai, a irmã e a madrasta — Foto: Reprodução/Facebook

O corpo de Luiz será cremado em Belo Horizonte. O horário ainda não foi divulgado.

Desaparecidos

O pai de Luiz, o empresário Adriano Ribeiro da Silva, de 61 anos, a madrasta Maria Lurdes da Costa Bueno, de 59, a irmã Camila Taliberti Ribeiro da Silva, de 33 anos, e a noiva Fernanda Damian de Almeida, 30 anos, grávida de 5 meses, que estavam com ele, ainda não foram encontrados.

Helena contou que toda a família estava feliz com a chegada do neto. “Meu filho ia ser pai. Meu primeiro neto, Lorenzo. Eles estavam hospedados na minha casa que está cheia de presentes de neném”, contou emocionada.

Arquiteto Luiz Taliberti Ribeiro da Silva viajou para Brumadinho para conhecer Inhotim — Foto: Redes sociaisArquiteto Luiz Taliberti Ribeiro da Silva viajou para Brumadinho para conhecer Inhotim — Foto: Redes sociais

Fonte:  G1