Ao Vivo

Coronavírus em alta: Curitiba tem mais 736 infectados e 4,7 mil casos ativos

12/11/2020 às 08:24.

Profissional de saúde em ação de monitoramento da população, em Curitiba. Foto: Reprodução/SMCS

Mais 736 habitantes de Curitiba testaram positivo para novo coronavírus. Segundo dados desta quarta-feira (11), divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS), os novos registros oficiais aumentam para 57.181 a soma de infectados durante a pandemia na capital paranaense. Este é o segundo maior número de casos confirmados de novembro* e se assemelha às medias registradas no mês de julho, durante o pico da pandemia em Curitiba.

Além dos casos confirmados, a média de casos ativos permanece subindo em Curitiba, o que sinaliza o aumento da retransmissão da doença na cidade. Nesta quarta-feira, 4.763 pessoas estão na fase ativa e de potencial transmissão do vírus Sars-Cov-2. No boletim anterior, de terça-feira (10), eram 4.431 os casos ativos e há uma semana, na quarta-feira (4), a Curitiba informava o registro de 3.935 casos de infectados, que poderiam transmitir a covid-19 para outras pessoas.

Entre todos os pacientes contaminados, o saldo de pessoas já que estão recuperadas, sem sintomas há mais de três dias e livres do isolamento social é de 50.880, nesta quarta-feira.

Mortes por covid-19

O boletim epidemiológico desta quarta-feira também confirma que mais cinco pessoas que moravam em Curitiba morreram por covid-19 e suas complicações. Com isso, a capital passa a ter 1.538 mortes pela doença, contabilizadas desde março de 2020.

Segundo informações da SMS, as vítimas que não resistiram à covid-19 são quatro mulheres e um homem, que tinham entre 35 e 91 anos de idade, sendo que quatro delas faleceram nas últimas 48 horas.

Ainda de acordo com as autoridade de saúde municipais, quatro destes pacientes tinham algum fator de risco, mas lista de óbitos também inclui um homem de 58 anos, que não possuía doenças prévias e que estava internado há mais de dois meses.

Nos hospitais

Os 283 leitos de UTI exclusivos para covid-19 do Sistema Único de Saúde (SUS), em Curitiba, tem hoje uma taxa de ocupação de 77%. Mas ainda há 65 leitos de UTI livres no SUS, que podem receber pacientes com diagnóstico de novo coronavírus ou com sintomas de síndrome respiratória aguda grave (SRAG), como informa a SMS.

*Observação: Curitiba registrou 896 casos confirmados no boletim epidemiológico do dia 3 de novembro, no entanto, este boletim diário trazia dados acumulados de outras duas datas anteriores.

Via: Tribuna Do Paraná