Ao Vivo

Conheça o novo centro gastronômico de Curitiba projetado em contêineres

06/07/2017 às 09:20.

Todo projetado em contêineres, o Batel Boulevard Gastronomia será um polo gastronômico com 14 unidades operacionais com inauguração prevista para a primeira quinzena de novembro

A designer de interiores Hellen Giacomitti e o arquiteto Alysson Strapasson assinam o projeto, todo feito com contêineres. Imagem: DivulgaçãoA designer de interiores Hellen Giacomitti e o arquiteto Alysson Strapasson assinam o projeto, todo feito com contêineres. Imagem: Divulgação

Um terreno de 816 m² no Batel vai receber um novo polo de gastronomia curitibano. Todo projetado em contêineres, o Batel Boulevard Gastronomia é assinado pela designer de interiores Hellen Giacomitti e pelo arquiteto Alysson Strapasson.

Serão 14 unidades de operação, cada uma com pouco mais de 7 m² de área. Cada um desses espaços será ocupado por um restaurante ou lanchonete. Embora a variedade de opções gastronômicas seja grande, o projeto feito por Hellen também preza pela experiência arquitetônica do local. “Pensamos em fazer algo para que os visitantes tivessem vontade de sair de casa para ficar ali. Por isso temos ambientes com lareira, estilo lounge. Queremos que as pessoas se sintam à vontade a qualquer hora do dia”, explica.

Os contêineres foram escolhidos pela praticidade e versatilidade. O visual das estruturas foi o ponto de partida para que Hellen criasse um portal para o polo gastronômico. “Eu me inspirei nos guinchos que tiram os contêineres dos navios para desenvolver essa estrutura que vai ficar na entrada do polo.” Além do portal, ela também incluiu outros dois grandes pontos de foco. Um deles é composto por hastes de aço que lembram o formato da ponte estaiada da Avenida das Torres. O segundo é um elemento de metal que foi inspirado em um prédio localizado no Centro Cívico de Curitiba. “Eu quis trazer todos esses detalhes turísticos para chamar a atenção de quem passa ali na frente”, conta.

Duas grandes araucárias que já estavam no terreno foram mantidas. Em torno delas, deques de madeira permitem a circulação ao mesmo tempo em que protegem as árvores. Além disso, um parquinho de madeira foi desenvolvido para ser instalado na parte de trás do terreno. Ali, um rio canalizado passa abaixo da superfície, o que impede que qualquer tipo de construção seja erguida. “A gente manteve a vegetação existente e vai montar nela um parque em estilo arvorismo“, afirma Hellen.

Para Silvio Fernandes, um dos sócios do empreendimento, a preocupação com a vegetação foi um dos principais desafios do projeto. “No caso desse polo, o paisagismo é quase tudo. O cuidado com a preservação é muito importante, tanto quanto a funcionalidade do empreendimento. Não queríamos apenas fazer um amontoado de contêineres”, afirma. Os sócios de Fernandes são os também empresários Cristiano Mazalli e Fabio Arasanz.

Veja mais fotos do novo polo gastronômico do Batel

WhatsApp Image 2017-07-03 at 16.12.46

Imagem: Divulgação

WhatsApp Image 2017-07-03 at 16.12.50

Imagem: DivulgaçãoWhatsApp Image 2017-07-03 at 16.12.41

Imagem: Divulgação

WhatsApp Image 2017-07-03 at 16.12.40

Imagem: Divulgação

Via: Gazeta Do Povo