Conheça o app mais baixado que Instagram e Facebook nos EUA

12/11/2018 às 10:00. Comente esta notícia!

O TikTok, Anteriormente chamado de Musical.ly, é um aplicativo que permite gravar vídeos curtos, geralmente com dublagens musicais, danças, clipes ou cenas de humor. O app chegou à lista dos mais baixados nos Estados Unidos no mês de outubro, contado com 130 milhões de usuários, e ficando à frente de Instagram e Facebook. O serviço é febre entre o público jovem asiático, especialmente entre os chineses, mas também faz sucesso no Brasil. Influenciadores famosos em outras redes sociais, como Winderson Nunes, já bateram a marca de 200 mil fãs no TikTok.

O crescimento da popularidade do aplicativo se deu após a fusão com o antigo Musical.ly, em agosto deste ano. Na ocasião, os usuários foram migrados automaticamente para a nova plataforma e passou a receber novos usuários. A seguir, entenda por que o TikTok está fazendo tanto sucesso.

TikTok grava vídeos curtos de dublagens e faz sucesso entre jovens — Foto: Divulgação/TikTok

TikTok grava vídeos curtos de dublagens e faz sucesso entre jovens — Foto: Divulgação/TikTok

1. O que é o TikTok?

O TikTok é um aplicativo para Android e iPhone (iOS) voltado exclusivamente para a gravação e publicação de vídeos curtos, que podem ter de 15 a 60 segundos, tendo a dublagem como foco principal. As dublagens mais famosas são, em sua maioria, realizadas por pessoas utilizando um tom de humor ou fazendo coreografias de dança. Também é permitido gravar vídeos sem o recurso da dublagem, utilizando o áudio do microfone. O aplicativo tem formato de rede social e os usuários podem seguir os perfis uns dos outros, curtir, comentar e compartilhar publicações. Para acessar, é possível usar e-mail ou dados do Facebook, Google ou Twitter.

2. Principais funções

Para realizar as dublagens, o usuário pode acessar um extenso catálogo do próprio TikTok, que disponibiliza músicas nacionais e internacionais. As faixas são separadas por categoria, entre as mais famosas do momento ou por gênero musical. Ao visualizar um vídeo de um amigo, o aplicativo também exibe o nome do artista e da música utilizada naquela dublagem, para que o usuário também tenha acesso a ela. Ao gravar um vídeo ou enviar um arquivo da galeria, é possível mixar o volume do som ambiente e da faixa escolhida para criar uma sonoridade ideal.

TikTok permite curtir, comentar e reagir aos vídeos de dublagens dos amigos — Foto: Divulgação/TikTok

TikTok permite curtir, comentar e reagir aos vídeos de dublagens dos amigos — Foto: Divulgação/TikTok

Além das músicas, o app tem vários efeitos visuais de gravação, como filtros faciais, filtros de ambiente e adesivos temáticos. O app também permite o uso de hashtags nas legendas dos vídeos. Ao tocar em uma tag ou pesquisá-la no campo de busca, serão encontrados vídeos relacionados àquele assunto.

3. Fusão entre TikTok e Musical.ly

Em agosto de 2018, o antigo aplicativo de dublagens Musical.ly foi comprado pela ByteDance, mantenedora do já existente TikTok, em uma operação que custou US$ 1 milhão. Após a compra, os dois serviços foram fundidos e o nome TikTok foi mantido, com o objetivo de se tornar o principal app de vídeos curtos com alcance mundial. Na época da transação, o Musical.ly acabara de atingir a marca de 100 milhões de usuários ativos mensais.

Todos os usuários da antiga plataforma foram migrados automaticamente para o novo app, sem a necessidade de criar um novo perfil. A nova versão foi repaginada e ganhou novos recursos de edição de vídeos, com o objetivo de estimular a criatividade do público através dos vídeos.

4. TikTok em números

Três meses após a fusão, os downloads do aplicativo aumentaram em 20%, fazendo com que o TikTok alcançasse a marca de 130 milhões de usuários no mês de outubro, superando redes sociais famosas, como Instagram, Facebook, Youtube e Snapchat nos Estados Unidos. Fazendo um comparativo, no mesmo período, o Snapchat perdeu usuários e o Twitter manteve sua base de ativos.

TikTok apresenta crescimento enquanto outras redes perdem usuários — Foto: Reprodução/Apptopia

TikTok apresenta crescimento enquanto outras redes perdem usuários — Foto: Reprodução/Apptopia

Na China, país onde o TikTok também se destaca, quase 9% de todo o tempo online dos usuários é destinado aos vídeos do aplicativo. Mais de um terço dos 1,4 bilhão de chineses, a maior população do mundo, estão ativos em aplicativos de vídeos curtos, e o TikTok, lá chamado de Douyin, é o preferido entre pessoas de todas as idades, incluindo os idosos.

Esse rápido crescimento pode ser atribuído ao intenso investimento em publicidade do serviço. A ByteDance, startup mais valiosa do mundo, com valor de mercado de US$ 75 bilhões, aumentou significativamente os gastos voltados para a divulgação do app, utilizando diferentes meios de anúncios.

TikTok tem efeitos faciais para usar nos vídeos de dublagem — Foto: Divulgação/TikTok

TikTok tem efeitos faciais para usar nos vídeos de dublagem — Foto: Divulgação/TikTok

Diante dessa crescente, o Facebook estaria desenvolvendo um concorrente direto para o TikTok. Chamado de “Lasso”, o app seria uma continuação independente do Lyp Sync Live, direcionado para adolescentes e que também permitiria gravar vídeos curtos e aplicar recursos de dublagem.

No Brasil, perfis de celebridades como Whindersson Nunes e Tirullipa, também famosos no YouTube e no Instagram, chegam a bater a marca de 200 mil fãs no TikTok. Suas publicações ultrapassam as 500 mil curtidas, aqui chamadas de “corações”.