Confira as gafes dos famosos no Carnaval que entraram para a história

12/02/2018 às 11:24.

Mesmo 20 anos atrás, coleira de Luma foi criticada por ser considerada uma atitude machista. Foto: Reprodução

As notícias de celebridades neste período pré-carnaval sempre me trazem recordações de algumas histórias de famosos do momento (de outros tempos) em desfiles das escolas de samba e em outros bailes  pelo país.

Em 1998, por exemplo, a atriz e modelo Luma de Oliveira deu o que falar assim que entrou na Marquês de Sapucaí. Naquele ano, ela desfilou com uma coleira que trazia o nome do então marido, o empresário Eike Batista, que anos mais tarde estaria envolvido do escândalo da Operação Lava-Jato. O feito completa 20 anos esse ano, mas já naquela época a atitude era vista como machista e revoltou muita gente, claro!

E os tombos? Chuva e resquícios de óleo na pista eram foram cenário perfeito para tombos. Durante o desfile da Acadêmicos da Grande Rio, em 2011, Ana Hickmann não conseguiu se equilibrar e acabou levando um tombo na avenida.

E nem presidente da República escapa das gafes de Carnaval! Em 1994, as câmeras flagraram o então chefe do Executivo brasileiro, Itamar Franco (falecido em 2011), sendo abraçado pela modelo Lilian Ramos, na época destaque da Acadêmicos da Viradouro, só de camiseta (sem nada por baixo). Como não se lembrar desse escândalo?

Por sua vez, em 2000, Luana Piovani foi flagrada pulando a cerca, beijando o modelo Cristiano Rangel, em Salvador. Na época, a atriz mantinha um namoro de três anos com o galã Rodrigo Santoro. Após o incidente, Luana admitiu que não teve uma atitude legal, mas o relacionamento com o Santoro já tinha ido por água abaixo. Quais serão as gafes dos famosos no Carnaval deste ano?

Via: Tribuna Do Paraná