Ao Vivo

Com estoques perto do fim, medicamentos do kit intubação são distribuídos para hospitais do PR

19/03/2021 às 08:16.

Medicamentos para intubação de pacientes com covid-19. Foto: Divulgação/Sesa

Um novo lote de medicamentos que fazem parte do chamado kit de intubação – conjunto de remédios usados para intubar pacientes com covid-19 que estão internados em estado grave – foi distribuído na tarde desta quinta-feira (18) pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) para as regionais de saúde do Paraná. Ao todo, são 76.310 unidades de bloqueadores neuromusculares, sedativos e anestésicos, que foram encaminhados ao estado pelo Ministério da Saúde, e que devem atender a demanda de 51 hospitais parananenses.

A condição crítica no estoque destes medicamentos preocupa médicos e as autoridades de saúde há vários dias. Na segunda-feira (15), um alerta para o risco de desabastecimento já havia sido feito pelo Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar). Na quarta-feira, quem também demonstrou preocupação foi secretária municipal de Saúde, Márcia Huçulak.

Sobre a chegada dos medicamentos, o diretor-geral da Sesa, Nestor Werner Junior, afirmou que a nova remessa deve diminuir a pressão sobre os estoques do Paraná. “A Secretaria da Saúde está fazendo um esforço muito grande para manter os estoques dos medicamentos do chamado kit de intubação a todos os hospitais que atuam na nossa rede de atendimento em leitos de UTI exclusivos para covid-19”, disse Nestor.

Segundo o diretor-geral, a secretaria estadual monitora diariamente o estoque e o consumo desses medicamentos no sistema de saúde para avaliar as possibilidades de remanejamento entre hospitais e agilizar sua estratégia de reposição. “Essa é uma remessa, e estamos num esforço administrativo imenso para que possam vir mais medicamentos, seja comprando o que está disponível no mercado, seja tratando do envio com o Ministério da Saúde. Todos os esforços estão sendo feitos para que todo paciente que precisar em nossa rede possa ter o procedimento feito da melhor maneira possível”, acrescentou.

Mais doses de vacina

Junto com os kits de intubação também serão enviados aos hospitais pelas Regionais da Saúde uma remessa de 129,2 mil doses de vacinas contra a covid-19. As vacinas correspondem à metade do oitavo lote do Ministério da Saúde ao Estado e são destinadas a dois grupos prioritários: são 106.930 doses para idosos entre 75 e 79 anos, ou seja, cerca de 47% do total dessa população no Estado, e mais 22.270 doses para profissionais da saúde.

“Estamos com um sentimento muito bom de avanço na vacinação e trabalhamos para que, a cada dia, mais paranaenses sejam vacinados. Nossa meta é vacinar todos os grupos prioritários até maio”, disse Werner Junior. “Nossa expectativa é receber mais doses do Ministério da Saúde ainda em março e avançar para a vacinação dos idosos acima de 60 anos na sua totalidade já no mês de abril. Com esse avanço gradativo no número de pessoas imunizadas, esperamos que a vacina possa diminuir óbitos e pessoas internadas por casos graves da doença, saindo dessa pandemia o mais rápido possível”, complementou o diretor-geral.

O Plano Estadual de Vacinação Contra a Covid-19 divide a vacinação dos grupos prioritários em 21 subgrupos, totalizando 4.019.115 pessoas. O próximo grupo a ser contemplado é composto por idosos entre 70 e 74 anos, seguido pelos de idade entre 65 e 69 anos.

Via: Tribuna Do Paraná