Ao Vivo

Com estoques baixos, Hemepar pede doações de sangue urgente no Paraná, alerta Sesa

07/05/2021 às 04:40.

Nesta semana, a unidade de Curitiba do Centro de Hematologia e Hemoterapia do Paraná (Hemepar) teve redução de aproximadamente 50% nas doações de sangue. Com isso, o Hemepar disparou anúncio pedindo que as pessoas voltem a doar.

Doações podem ser de qualquer tipo sanguíneo. Durante a pandemia, o Hemepar adaptou o atendimento para trazer segurança às pessoas na hora de doar, por prevenção da Covid-19.

O agendamento é feito pelo site da Secretaria Estadual de Saúde (Sesa). O atendimento é feito com oito pessoas a cada meia hora para evitar aglomerações.

Estoque de sangue está baixo, diz Hemepar. — Foto: Divulgação/Sesa
Estoque de sangue está baixo, diz Hemepar. — Foto: Divulgação/Sesa

A chefe da Divisão de hemoterapia, Renata Pavese, fez um apelo para que as pessoas procurem os hemocentros e façam a doação.

“Nossos estoques estão baixíssimos, precisamos urgente da ajuda da população”.

Segundo Renata, a capacidade de coleta do Hemepar é de 180 bolsas por dia, mas na quarta-feira (5) foram 61 bolsas coletadas. Nesta quinta-feira (6), foram 35 doações.

O secretário de saúde Beto Preto lembrou que, mesmo com a pandemia, as outras doenças não pararam.

“Os traumas continuam acontecendo, transfusões continuam sendo necessárias. São 384 hospitais públicos, privados e filantrópicos do Paraná que recebem bolsas de sangue e dependem da hemorrede”, alertou.

Doação de sangue — Foto: Tchélo Figueiredo - Secom/MT
Doação de sangue — Foto: Tchélo Figueiredo – Secom/MT

Quem tomou vacina pode doar?

Conforme a Sesa, pessoas imunizadas contra a Covid-19 podem doar sangue normalmente, desde que aguardem o período estipulado para cada tipo de vacina.

A Coranovac estabelece um prazo de 48 horas após a aplicação. A AstraZeneca e a Pfizer pedem intervalo de sete dias para a doação.

Via: G1 Paraná