Com 100 milhões de visualizações no YouTube, o clipe da música “ciumeira” é removido da plataforma

26/10/2018 às 09:38. Comente esta notícia!

O vídeo foi removido do YouTube por conta de uma dupla sertaneja que está acusando Marília Mendonça de plágio.

Em ação protocolada na 13ª Vara Cível e Ambiental de Goiás no dia 14 de setembro, o empresário Anair de Paula acusa os compositores de Ciumeira, hit na voz de Marília Mendonça, de plágio. Segundo ele, a canção é similar a Panfleto de Rua, de sua autoria, cantada pela dupla sertaneja Ivis e Carraro.

Em entrevista, Anair comentou que a melodia e até o tema da música são iguais. Ele, entretanto, reforçou que em nenhum momento acusou a artista – que, neste caso, é apenas intérprete da faixa – de plágio, e sim os compositores da canção.

Ciumeira é assinada por Guilherme Ferraz, Sendo Neto, Everton Matos, Diego Ferrari, Paulo Pires e Ray Antônio. Eles são da Single Hits, empresa por trás de canções como Sorte Que Cê Beija Bem (Maiara e Maraisa), Homem de Família (Gusttavo Lima) e Beber com Emergência (Jefferson Moraes).

Em nota, a empresa diz estar “averiguando as fontes, e buscando com especialista se realmente caracteriza plágio. “Estamos todos tranquilos em relação aos fatos, porque temos a consciência tranquila que não copiamos a obra de ninguém. Estamos em contato com o próprio Anair de Paula, que se dispôs a resolver a situação da melhor maneira possível”, lê-se.

De Paula confirmou a informação. “Queremos esclarecer a situação e resolvê-la em paz, em acordo. Inclusive já estamos conversando, tanto com a assessoria da Marília, para que tudo seja e esteja bem resolvido”, disse.