Casal adota cães que seriam sacrificados após divórcio de ex-tutores

04/01/2019 às 08:34. Comente esta notícia!

Graças a um veterinário consciente e a um casal especial, dois cães que seriam sacrificados foram salvos da eutanásia.

O ex-tutor deles de Indiana, nos Estados Unidos, preferiu sacrificar os bichinhos a entrar em acordo com a ex-parceira, após a separação.

Os cães Sam e Cosmo foram levados ao consultório de um veterinário em Portage, onde o dono pediu que os animais fossem sacrificados, alegando que não poderia ficar com eles.

A prática é conhecida como “eutanásia por conveniência”, quando os animais são mortos por razões evitáveis como separação e mudança de residência.

Mas, por sorte, o veterinário recusou o pedido porque os cachorros eram saudáveis e não havia necessidade de matá-los.

Mais que isso: ele encaminhou os bichinhos para a ONG Begin Again Rescue Company, em Valparaíso.

Sam e Cosmos chegaram lá visivelmente tristes e foi preciso fazer refeição especial para que conseguissem comer, conta Penny Emerson, presidente da instituição.

“O dono se divorciou e foi morar com a nova namorada, que alegou ser alérgica a cachorros. Aparentemente houve uma mudança em seus planos de vida, e os pets não faziam mais parte dela”, contou Penny a um site local.

Aos poucos os cães foram se adaptando e se acostumando com a nova casa.

Vida nova

Mas o abandono durou pouco tempo.

Assim que a história de Sam e Cosmo virou notícia, eles foram adotados por um casal, que se sensibilizou com os dois.

Eric e Tiffany Dybas, em Illinois, agora são os responsáveis por dar amor e carinhos a Sam e Cosmo.