Cãodomínio incendiado é reconstruído Curitiba

15/01/2018 às 09:41.

A união dos moradores do Alto Boqueirão fez com que o “cãodomínio”, que foi destruído na noite de Natal, fosse reerguido. A menos de uma semana, uma nova casinha, para abrigar os cães durante as noites de frio e chuva, foi recolocada no local com a esperança de que não aconteça um novo ataque.

“Fizemos uma grande campanha, entre as protetoras e quem estava querendo ajudar, e conseguimos tudo de novo. A casinha foi remontada e agora ficou ainda mais bonita”, comentou a bancária Danielle Fernandes, de 32 anos.

Apesar de ainda não se saber quem provocou o incêndio, a população não esperou que os cães ficassem desabrigados. “Eles passavam pela praça, não encontravam a casinha e percebíamos a tristeza no olhar. Mereciam nosso esforço”.

A casinha foi remontada e agora ficou ainda mais bonita”, comentou a bancária Danielle Fernandes, de 32 anos. Foto: Gerson Klaina.

A casinha foi remontada e agora ficou ainda mais bonita”, comentou a bancária Danielle Fernandes, de 32 anos. Foto: Gerson Klaina.

Decoração de coração

A estrutura, de madeira e telhas, foi recolocada com dois andares. O teto, que pode trazer o mínimo de conforto aos cães que ficam sempre na região, ganhou mais vida pelas mãos do pintor Antônio Marcos da Silva. “Tenho essa profissão há 26 anos. Pra mim, é mais que uma alegria poder deixar meu carinho, de coração, aqui”, definiu.

A frase “se você tem bom coração, me doe ração”, que antes estampava a casinha que foi queimada, foi recolocada no novo abrigo. De algum jeito, tanto o pintor como a bancária, esperam que quem fez o ato de maldade se arrependa. “Acreditamos na lei do retorno, então, o melhor que pudermos fazer para os outros, sejam eles humanos ou bichos, nos voltará um dia”, considerou Danielle.

 Pra mim, é mais que uma alegria poder deixar meu carinho, de coração, aqui”, definiu o pintor Antônio Marcos. Foto: Gerson Klaina.

Pra mim, é mais que uma alegria poder deixar meu carinho, de coração, aqui”, definiu o pintor Antônio Marcos. Foto: Gerson Klaina.

Doação bem-vinda

Com a nova casinha reerguida, os moradores querem agora arrecadar dinheiro para castrar os sete animais que costumam usar o abrigo. “Isso tudo para garantirmos uma melhor qualidade de vida para esses bichinhos”.

Atualmente, são três estruturas semelhantes a esta do Alto Boqueirão em Curitiba: mais uma no Boqueirão e outra no Pinheirinho. Caso seja arrecadado mais dinheiro do que o necessário outras estruturas poderão ser construídas. O telefone para contato é (41) 99686-5132 (Karina).

Via: Tribuna do Paraná