Ao Vivo

Canil do DF traz para o Brasil primeiros cães da raça affenpinscher

13/09/2018 às 12:17.

Um canil do Distrito Federal é o primeiro do Brasil a criar cães da raça affenpinschers. Naturais da Alemanha, os caninos podem ser facilmente identificados pelo focinho achatado, característica marcante responsável pelo nome da raça, que, em alemão, significa “cão macaco”.

Mas não é apenas na aparência que esses cachorros se assemelham aos primatas: eles também são muito brincalhões, carinhosos e dedicados.

Leonardo Buzzi, dono dos canis Le Baron Rouge e Brazilian Monkeys Affenpinscher, especializados na criação de buldogues franceses e affens, respectivamente, e com certificados internacionais da raça, resolveu encarar o desafio de ser pioneiro no país em cuidados e reprodução dos animais naturais da Alemanha. O empresário adquiriu, na Holanda, um casal de pais diferentes.

O avô da fêmea comprada por Buzzi venceu um concurso no Reino Unido, depois de concorrer com outros 30 mil cachorros. O cão ganhou fama internacional e foi tema de reportagem em vários jornais mundo afora, incluindo o The New York Times.

“Foi aí que as pessoas começaram a se interessar pela raça. Já lideramos o ranking de melhor criador de buldogue francês do Brasil. Inclusive, exportamos para várias partes do mundo. Agora, começamos esse novo projeto”, disse Buzzi.

Para fãs de Star Wars, a semelhança com os Ewoks não passa despercebida. As pequenas criaturas que aparecem pela primeira vez no Episódio VI: O Retorno de Jedi, assim como os cães affen, possuem o focinho achatado, densa pelagem e são famosos pelas travessuras.

Acredita-se que tenham sido cruzados com pugs e pinschers alemães. Essa raça contribuiu para o desenvolvimento de outras, incluindo o griffon bruxelas e schnauzer.