Campanha de Natal “Papai Noel dos Correios” já começou em Curitiba

13/11/2017 às 08:33.

Foto: Arquivo

Uma das campanhas de Natal mais tradicionais do Brasil, o Papai Noel dos Correios, chega a sua 28ª edição em 2017, com início nesta sexta-feira (10). A iniciativa convida a população a atender os pedidos deixados em cartas endereçadas ao Papai Noel, por crianças em situação de vulnerabilidade.

Somente nos últimos três anos, foram recebidas mais de 2,5 milhões de cartas destinadas ao Papai Noel dos Correios. Na edição passada, foram cerca de 30 mil pedidos atendidos em todo o Paraná, sendo 12 mil em Curitiba. O objetivo principal da ação é responder às cartas das crianças que escrevem ao bom velhinho e, sempre que possível, atender aos pedidos de presentes daquelas que se encontram em situação de vulnerabilidade social.

A campanha contempla, além das cartas das crianças da sociedade que escrevem diretamente ao Papai Noel, também aquelas de estudantes das escolas da rede pública (até o 5º ano do ensino fundamental) e de instituições parceiras, como creches, abrigos, orfanatos e núcleos socioeducativos. Desde 2010, os Correios estabeleceram essas parcerias a fim de trabalhar ações como o desenvolvimento da habilidade da redação de carta, o endereçamento correto e o uso do CEP.

Como funciona

A coordenadora da campanha no Paraná, Alessandra Ricardo, explica que a campanha funciona da mesma forma em todo o Brasil. “As cartas enviadas pelas crianças são lidas e selecionadas e ficam disponíveis apenas nos locais indicados pela empresa”, explicou.

Em seguida, as cartas são disponibilizadas na casa do Papai Noel ou em outras unidades da empresa. Os Correios não entregam cartas para adoção diretamente à população, em suas residências. As cartas do Papai Noel dos Correios ficam disponíveis apenas nos locais indicados pela empresa.

Os presentes são recebidos nos pontos divulgados pelos Correios para que posteriormente a entrega seja feita no próprio fluxo postal. Não é permitida a entrega direta do presente e, para assegurar a observância desse critério, o endereço da criança não é informado ao padrinho.

O recolhimento das cartas e entrega dos presentes pode ser feita até dia 8 de dezembro. Os presentes são recebidos nos pontos divulgados pelos Correios para que posteriormente a entrega seja feita no próprio fluxo postal. Mais informações estão disponíveis no site do programa.

Via: Tribuna do Paraná