Cabeleireiros trocam cortes por alimentos e arrecadam 2,5 T para crianças

27/11/2018 às 10:31. Comente esta notícia!

Uma “Ação entre amigos” reuniu os 62 melhores cabeleireiros de Brasília para uma causa nobre: ajudar neste Natal crianças carentes e com algum tipo de deficiência.

Foto: Fernando Castro Fotografia

A ideia era trocar corte, nutrição e modelagem de cabelos por alimentos não perecíveis. O Preço? 5 kg de alimentos para cada um dos serviços.

E o resultado foi ótimo. Em sete horas de trabalho, no último fim de semana, eles arrecadaram mais de 2,5 toneladas de alimentos em 468 serviços feitos. (Vídeo abaixo)

“Arrecadamos mais de dois mil e quinhentos quilos de alimentos. Muitas caixas de leite, óleo, macarrão… O grosso mesmo foram arroz, feijão e acúcar”, comemorou o idealizador da ação, Marcelo Moraes, em entrevista ao SóNotíciaBoa.

Participaram cabeleireiros de vários salões de Brasília, que foram até a unidade do salão You Enjoy da 409 Sul participar da boa ação.

“Reunimos amigos, cabeleireiros de diversos salões de Brasília e clientes que juntos contribuíram para um Natal mais humano às crianças da APAE”, escreveu Marcelo no perfil dele no Instagram.

A entrega

O cabeleireiro contou que metade do que foi arrecadado seguirá neste fim de semana para a APAE de Brasilândia de Minas, em Minas Gerais.

“A outra metade vamos entregar pessoalmente no domingo em casas de regiões carentes de Brasília”, afirmou o cabeleireiro, de 35 anos.

O cabeleireiro Marcelo Moraes - Foto: reprodução / Instagram

O cabeleireiro Marcelo Moraes – Foto: reprodução / Instagram

Parte do time que colaborou - Foto: reprodução / Instagram

Parte do time que colaborou – Foto: reprodução / Instagram

Arrecadação continua

Ele informou que, apesar de “Ação entre Amigos” ter terminado, a arrecadação vai continuar até o dia da entrega dos alimentos.

As doações podem ser feitas na unidade da 409 Sul do You Enjoy.

Parte dos alimentos - Foto: Fernando Castro Fotografia

Parte dos alimentos – Foto: Fernando Castro Fotografia

Assista ao vídeo da ação:

Por Rinaldo de Oliveira, da redação do SóNotíciaBoa