Burger King lança moeda virtual própria inspirada no Bitcoin

30/08/2017 às 15:16.

Foto: Reprodução

 

Com o Bitcoin valorizando-se cada vez mais, é comum que as moedas virtuais estejam se tornando mais populares.

A medida que isso acontece, algumas empresas começam a investir nelas, e a mais nova a “pular de cabeça” nesse mercado é ninguém menos do que o Buger King — sim, a rede internacional de fastfood.

Há alguns dias a empresa anunciou uma parceria com a plataforma rival do Ethereum, a Waves, para lançar sua própria moeda virtual inspirada no Bitcoin, que se chamará “WhooperCoin”.

 

Na Rússia clientes acumularão WhooperCoins a cada lanche comprado no Burger King

Inicialmente disponível na Rússia, a moeda traz em sua nomenclatura referência ao “Whooper”, um dos lanches mais populares no cardápio da BK.

Cada rublo (moeda da Rússia) gasto nos lanches é convertido em WhooperCoins, e as moedas virtuais ficam armazenadas na plataforma da Waves, podendo ser gerenciadas através do site, e em breve, em uma carteira virtual, que será disponibilizada como um app para Android e iOS.

De momento, cada WhooperCoin vale aproximadamente R$0,05, e é possível utilizá-las para comprar lanches, presenteá-las ou até mesmo vendê-las na plataforma Waves.

A título de referência, o cliente pode comprar um Whooper com 1700 WhooperCoins — ou seja, a cada cinco ou seis lanches, ele consegue dinheiro virtual suficiente para trocar por outro sanduíche.

O Diretor de Comunicações Externas do Burger King, Ivan Shestov, acredita que com isso, “o Whooper deixa de ser apenas um sanduíche e se torna também uma ferramenta de investimento.”

A previsão do executivo é de que a moeda aumente seu valor com o tempo; ele acredita, no futuro, comer “Whoopers” pode vir a se tornar uma estratégia para prosperidade financeira.

A chegada da “WhooperCoin” na Rússia representa algo animador — uma mudança na postura do Governo diante do uso das criptomoedas.

Anteriormente, o uso delas poderia até mesmo resultar em prisão; mas aos poucos, o potencial das moedas virtuais começou a ser reconhecido e, hoje em dia, até mesmo o vice-primeiro-ministro do País (Igor Shuvalov) apoia seu uso.

Ainda não sabemos se o Burger King pretende trazer a “WhooperCoin” para o Brasil, mas sem dúvidas, seria um grande diferencial, não é verdade?

Fonte: Tudo Celular