Bruno Gagliasso rebate desabafo do irmão sobre Giovanna Ewbank

25/10/2018 às 16:26.

O irmão do ator expôs a briga da família nas redes sociais no final de semana

Bruno Gagliasso

Bruno Gagliasso Reprodução/ Instagram/ João Cotta

Após um final de semana bem agitado nas redes sociais, Bruno Gagliasso, ao lado de Marina Ruy Barbosa, veio a São Paulo para a coletiva de imprensa do filme Todas as Canções de Amor.

Na ocasião, o ator comentou que a semana foi “bem intensa” e afirmou sua opinião sobre as redes sociais, local em que seu irmão expôs a briga com sua esposa, Giovanna Ewbank.

Durante conversa com os jornalistas, Bruno acabou rebatendo o desabafo realizado por seu irmão, Thiago Gagliasso. “Cabe a cada um fazer bom uso da rede social ou não. Eu escolho usar a favor do amor”, decretou.

Questionado sobre o que era o amor para o artista, ele respondeu: “O amor é minha filha, família. O amor é para cada um. É aceitar o que é [o outro]. O amor faz tudo acontecer, mas o amor muda. Se você me perguntasse há três dias, minha resposta poderia ser outra”, disse Gagliasso.

ENTENDA O CASO

Thiago Gagliasso compartilhou no domingo, 21, uma mensagem com acusações supostamente enviadas por Ewbank, e não ficou nada feliz com o que acabou lendo. Entre os pontos destacados pela apresentadora há contas de aluguel pagas por Bruno, dívidas na escola e mesada para a mãe dos irmãos.

“Já que ela ama tanto falar da vida pessoal no ‘Amores do Gioh’, por que ela não posta isso também lá? A TV não morreu, apenas não é mais um monopólio de opinião, independente da emissora! Seja Globo, Record, SBT, o que for! Não é tão difícil de entender… principalmente pra alguém que lucra tanto com a internet, né?”, disse.

Thiago também fez questão de dizer que ele não mora em um apartamento do irmão ou tem qualquer despesa paga pela família, ao contrário do que afirma a mãe de Titi.

“Infelizmente não me tornei um dos amores do Gioh, mas gostaria muito de informá-la que não moro mais no apartamento do meu irmão. E, mesmo que morasse, não teria vergonha por não pensar igual a ele, afinal, não somos gêmeos de cérebros, apesar da semelhança física. Liga lá na escola do meu filho, pergunta se estou devendo algo e se precisasse da ajuda dele aceitaria, viu. Mesada pra mãe? Eu teria orgulho em poder proporcionar à minha mãe o que ele faz por ela, o nome disso é gratidão. Não sei se você conhece. Apartamento do meu irmão para ficar? Relaxa! Tenho amigos! Que certamente me receberão com o maior prazer!”, disse o rapaz em seu desabafo.