Bruno Cardoso volta aos palcos e comemora sucesso no tratamento: ‘Quase curado’

16/09/2019 às 09:03.

Bruno Cardoso voltou há uma semana aos palcos com o Sorriso Maroto. Após ser diagnosticado com derrame pleural, popularmente conhecido como água na pleura, ele se distanciou do grupo por cerca de um mês. No ano passado, o cantor ficou quase seis meses afastado para tratar uma miocardite, uma inflamação no coração. Passados os sustos, ele comemora o sucesso no tratamento.

Foto: Reprodução/Instagram/Bruno Cardoso

“Ainda estou em observação. No processo da miocardite, faço baterias de exames a cada 6 meses. Hoje o meu quadro é quase uma cura, graças a Deus. O tratamento da água na pleura é mais simples. Dos exames por fazer, falta apenas uma tomografia pra avaliarmos o pós”, celebra Bruno.

O cantor agora vive sem restrições, mas com limites. Durante o mês que ficou longe dos palcos, ele passou por atividades de recondicionamento pulmonar e cicatrização, em que um dos principais objetivos era a recuperação do fôlego.

“Mesmo depois de tudo o que foi feito, alimentação, descanso e exercícios moderados são fundamentais para minha saúde. Foco total nessa parte. Vivendo um processo de reeducação geral”, comenta.

Com 21 anos de Sorriso Maroto, ele diz retornar aos palcos com uma notícia animadora.

“Agora estou de volta, bem e feliz. A nova música “50 vezes” está entre as 30 mais ouvidas no Spotify e nas demais plataformas de streams. Um mega presente pra coroar o retorno às atividades de shows”, conta.

Bruno já sentia dores durante as apresentações antes de receber o diagnóstico do derrame. Apesar de ter o histórico da miocardite, ele não se abalou.

“Encarei numa boa. Consultei meu cardiologista imediatamente pra saber se existia alguma relação com a miocardite e essa hipótese foi logo descartada. Isso me tranquilizou. Mas o alerta estava ligado. Recorri a fisioterapia, quiropraxia e tive uma rápida melhora, mas a dor voltava bem aguda em alguns momentos. Por sorte eu estava no período de exames de rotina pra avaliar o estado da miocardite. Quando o laudo veio, já sabíamos o que fazer”, relembra.

Bruno revela que em momento algum pensou em interromper a carreira para se cuidar. Além disso, reconhece que o apoio de amigos e do público foi determinante para a recuperação.

“A troca de energia foi intensa. A galera esteve comigo desde as dores que senti nas apresentações até o procedimento, enviando mensagens e orações. Não há melhor sensação do que se sentir protegido, e meus fãs são uma espécie de escudo pra mim. A energia e tão boa que nada de mau acontece. Eu só tenho gratidão a todos que me querem bem”, destaca.

Via: Jornal Extra