Ao Vivo

Brasileiros lançam tomate cereja com substância antienvelhecimento

09/07/2018 às 08:34.

Foto: Pixabay

Um dos queridinhos na fila do self service, o tomate cereja é amado pelos consumidores, entre outros atributos, por causa de sua doçura. Agora, porém, além de doce, um fruto desenvolvido por cientistas brasileiros da Embrapa Hortaliças traz um diferencial para saúde que, prometem eles, não vai ser nem percebido pelo paladar: o teor de licopeno, substância antioxidante muito eficiente no combate aos radicais livres no organismo e que tem o pigmento que confere a típica cor vermelha dos frutos do tomateiro.

Nesta variedade híbrida, batizada como BRS Zamir, a concentração de licopeno pode alcançar até 144 microgramas por grama de fruto (µg/g), enquanto que, em outros híbridos comerciais do segmento, o teor gira em torno de 40 a 90 µg/g.