Brasileiros autores de vídeo podem ser processados na Rússia

21/06/2018 às 08:56. Comente esta notícia!

Foto: Reprodução/Youtube

Os brasileiros autores do vídeo em que uma mulher russa é instigada a repetir em português a cor do órgão genital feminino, sem que ela soubesse o que estava falando, chegou às mãos de uma das principais ativistas pelos direitos das mulheres na Rússia, a advogada Alyona Popova. Ao dar-se conta do ocorrido, ela iniciou um abaixo-assinado para pressionar os órgãos equivalentes ao Ministério Público no Brasil a entrarem com uma denúncia contra os brasileiros envolvidos na “brincadeira” do vídeo por insulto contra a honra.

Na petição, ela cita que existem vários caminhos jurídicos na Rússia para conseguir alguma condenação para os brasileiros. Segundo ela, ao humilhar publicamente a honra e a dignidade da moça russa, eles atacaram não só ela, mas todas as mulheres russas.