Bono Vox volta a criticar Bolsonaro durante show do U2 em Dublin

12/11/2018 às 09:22. Comente esta notícia!

Roqueiro associou o nome do presidente eleito do Brasil a outros líderes mundiais, como Vladimir Putin e Marine Le Pen

Arquivo Pessoal

Famoso por seu incansável ativismo político, Bono Vox voltou a criticar o presidente eleito do Brasil, Jair Bolsonaro, durante show do U2 pela atual turnê da banda, Experience + Innocence. Desta vez, o protesto aconteceu em espetáculo realizado em Dublin (Irlanda), terra natal do roqueiro, na noite desse sábado (10/11).

Em vídeo no qual encarna o personagem demoníaco MacPhisto, criado na época do disco Zooropa (1993), o vocalista associou o nome de Bolsonaro a outros líderes mundiais considerados neofascistas pelo artista, como o presidente russo Vladimir Putin e a francesa Marine Le Pen.

“Sempre que verem esses nomes, lembrem-se disso. Quando acharem que eu não existo, é quando faço meu melhor trabalho”, disse Bono, encarnando MacPhisto, espécie de guru fictício dos políticos citados.

Não é a primeira vez que Bolsonaro vira alvo de Bono. Em 28 de outubro, o músico ironizou a vitória do brasileiro nas urnas: “Duzentos milhões de pessoas prestes a ter seu carnaval transformado numa parada militar”. A manifestação foi postada no perfil oficial da banda nas redes sociais e gerou revolta de alguns fãs.