Ao Vivo

Bombril é acusada de racismo após relançar “Krespinha”

18/06/2020 às 08:29.

A Bombril se tornou o principal assunto nas redes sociais após por anunciar o relançamento de um produto em que o nome tem conotação racista.

A esponja de aço inox Krespinha não é um produto novo, porém foi relançada ainda com o nome que faz uma associação pejorativa ao cabelo do negro.

Após a grande quantidade de crítica a marca acabou apagando o anúncio oficial que estava no site da empresa e redes sociais.

O nome “Krespinha” já havia sido usado em 1952, quando a S.A. Barros Loureiro lançou um produto similar cujo logo era uma menina negra personificando o item na mulher.

Além do histórico, a denominação ainda foi apontado por alguns usuários como racista por conta do uso da letra “K”, que poderia ser uma referência direta à Ku Klux Klan, e da frase “as suas ordens” na campanha, cujo tom é de servidão.

Os usuários ainda apontaram que este foi o pior momento possível para o lançamento do produto, já estamos vivendo uma onda de protestos.

Pronunciamento:

Via: Publicitários Criativos