Beyoncé chegou a pesar 98 kg na gravidez dos gêmeos

07/08/2018 às 10:17. Comente esta notícia!

Estando debaixo dos holofotes, Beyoncé não consegue fugir das cobranças de padrão e corpo. Em entrevista para a Vogue USA de setembro, a artista relembrou a pressão que sofreu principalmente após ter os filhos. “Depois da minha primeira gravidez, acreditei nas coisas que a sociedade dizia sobre como meu corpo deveria ficar. Me pressionei a perder todo o peso que ganhei em três meses, e fiz até uma turnê pra ter certeza que faria isso” relembrou a mãe de Blue Ivy, de 6 anos, e dos gêmeos Rumi e Sir, de 1 ano. “Olhando pra trás, isso foi loucura. Eu ainda estava amamentando nos shows de 2012”, contou.

Foto: VALERIE MACON/AFP/Getty Images

Porém, ao dar vida ao casal de bebês, ela tentou uma aproximação diferente. “[Depois da cesárea] eu precisei de tempo para me curar e recuperar. Eu me dei muito amor e cuidado próprio, e assumi ser mais curvenínea. Aceitei o que meu corpo queria ser. Fui paciente e curti minhas curvas. Meus filhos e meu marido também”, relatou. “Até hoje meus braços, ombros, peitos e coxas estão maiores. Eu tenho uma ‘pochete’ de mãe, e não estou com pressa me de livrar. Quando eu quiser uma barriga tanquinho, eu vou me esforçar pra isso. Mas agora, minha gordurinha e eu parecemos feitos um para o outro”, brincou.

Ela ainda relembrou a dificuldade do nascimento. “Eu estava com 98 quilos. Estava inchada por conta da toxemia, e estava de cama há mais de um mês. Minha saúde e meus bebês estavam em risco, então tive uma cesárea de emergência. Passamos semanas na UTI Neonatal. Eu estava em modo de sobrevivência. Hoje eu tenho uma conexão diferente com pais que já passaram por isso. Depois da cirurgia, meu interior parece diferente”, emocionou-se

Ainda completou falando sobre o apoio que recebeu de Jay-Z. “Meu marido foi um belo soldade e me apoiou. Fico orgulhosa de ter visto a força dele e sua evolução como homem, como melhor amigo e como pai”, relatou.