Ao Vivo

Bebê que morreu em UPA de Curitiba foi tirada à força do hospital pelos pais semanas antes

2 de julho de 2024

Foto: Google Maps/Reprodução

Por g1

A bebê de três meses que morreu em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) em Curitiba foi internada com problemas respiratórios em um hospital de Campo Largo semanas antes de morrer.

Porém, os pais tiraram a menina a força da instituição, antes que ela tivesse condições de receber alta hospitalar, segundo a Polícia Civil do Paraná.

A bebê morreu na última sexta-feira (28), na UPA do bairro Sítio Cercado. Segundo o boletim de ocorrência da Polícia Militar, a menina chegou no local com parada respiratória e sinais de violência sexual. Ela chegou a ser socorrida, mas não resistiu.

O pai e a mãe da criança, de 24 e 26 anos, foram presos pelo crime de estupro de vulnerável com resultado de morte. Se condenados, a pena para o crime pode chegar a 30 anos de prisão. O nome deles não foi divulgado.

Saiba mais