Ao Vivo

#BBB 21: Divisão da Xepa causa confusão entre Fiuk e outros participantes

29/01/2021 às 11:53.

Na noite de quinta-feira (28) aconteceu a primeira prova do líder do BBB 21, coroando Nego Di como o vencedor. Assim, ele e seu parceiro de prova, Lucas Penteado, tiveram a missão de separar a casa entre VIP e Xepa.

Para quem nãos sabe, o lado VIP tem todas as regalias na cozinha, com os melhores ingredientes. Já a Xepa é bem mais limitada, com carnes disponíveis que não são muito populares, como fígado, Rabada e bucho.

Esses ficaram no VIP: Nego Di, Lucas, Camilla de Lucas, João Victor, Pocah, Karol Conká, Projota, Viih Tube, Lumena e Gilberto.
Esses ficaram na Xepa: Kerline, Fiuk, Rodolffo, Caio, Sarah, Thaís, Arcrebiano e Arthur.

Confusão na Xepa

Com os integrantes da Xepa da semana definidos, começou uma conversa para definir uma estratégia para a compra. Quem gosta do que? No que eles deveriam investir mais? Daí surgiu uma confusão.

É claro, a conversa ficou confusa. Um gosta de uma coisa, outro gosta de outra. Fica bem dividido.

Com o objetivo de resolver, Fiuk interviu: “A gente está em grupo. Se a gente não chegar num consenso, é melhor não ter fígado, nem moela. Melhor ter o que todo mundo come. A gente está junto. Isso que você tem que sacar”, soltou ele.

Sarah soltou uma solução: “Ninguém come moela, ninguém come bucho. Compra tudo de ovo então”.

Carla Diaz, no entanto, não concorda que outras pessoas sejam privadas de comer alguns tipo de carne só porque outros não gostam. Ela tentou falar algumas vezes, mas nunca deixavam.

É que ninguém está ouvindo. Pelo o que estou percebendo, sou super a favor do basicão, do arroz com feijão e farofa. Agora, sabemos que o ovo todo mundo gosta”, disse. “Não acho justo ninguém comer rabada só porque eu não gosto”, reflete.

Fiuk, então, se exaltou um pouco:

 “A gente não está no Vip. Galera não está entendendo. Vocês estão viajando. Isso é individualismo”.

Carla Diaz desistiu de discutir

Chateada com o rumo da conversa, que ficou exaltada, Carla Diaz tomou outro posicionamento. Ela afirmou que não vai se meter na conversa e não vai decidir mais nada.

“Tem gente que não gosta de ouvir uma opinião diferente. A partir do momento que ouve uma diferente fica: ah não, vocês nunca viram o programa”, soltou

Enquanto Fiuk falava em “passar fome”, Carla Diaz rebate dizendo que comer arroz, feijão e bife de fígado é um privilégio que muitos brasileiros não têm. Definitivamente, esse não é o significado de passar fome.

Fonte: Popline