Ao Vivo

Bares de área “badalada” do Batel terão de fechar mais cedo

17/10/2017 às 08:27.

Estabelecimentos vão funcionar até às 2 horas. Guarda Municipal e PM vão intensificar ações repressivas

Foto: Giuliano Gomes

Os bares e restaurantes do Shopping Hauer, localizado no bairro Batel, em Curitiba, passarão a funcionar em horário limitado: até às 2 horas. A definição faz parte de uma série de compromissos firmados em consenso entre a prefeitura e empresários do bairro Batel. Mais recente ponto “polêmico” da capital, o Shopping Hauer vem sendo alvo recorrente de reclamações de vizinhos, problema denunciado pela Tribuna na semana passada. Além da perturbação do sossego e da sujeira deixada por frequentadores, há relatos de violência, tráfico de drogas e arruaça.

O acordo foi definido em reunião realizada nesta segunda-feira (16), na Secretaria Municipal de Defesa Social. Além de terem se comprometido a fechar as portas dos bares e restaurantes às 2 horas, os empresários vão se responsabilizar pela limpeza das calçadas do entorno, recolhendo copos e garrafas comumente abandonados pelos frequentadores do espaço.

Foto: CMC/Divulgação

Copos e garrafas comumente são abandonados pelos frequentadores do espaço. Foto: CMC/Divulgação

Além disso, os estabelecimentos vão integrar suas respectivas câmeras de segurança à rede de monitoramento da Guarda Municipal. A partir dessas imagens, as autoridades podem identificar infrações e mesmo crimes, como tráfico de drogas. Por outro lado, a prefeitura deve melhorar a iluminação do entorno do Shopping Hauer e ampliar ações de policiamento, inclusive com operações focadas na Lei Seca e em coibir casos de perturbação do sossego.

“O objetivo é impor a ordem e incutir o bom senso nos frequentadores, para que a gente possa garantir que os consumidores possam usufruir do espaço de forma segura”, disse o secretário de Defesa, delegado Guilherme Rangel. Todos os itens do acordo farão parte de um termo de ajustamento de conduta (TAC), que está sendo elaborado e que será assinado dentro de um mês.

Operações

Após as 2 horas da madrugada – horário previsto para o fechamento dos bares –, a Guarda Municipal e a Polícia Militar devem intensificar as operações repressivas no entorno. Para evitar o som alto, as autoridades devem usar um decibelímetro, para comprovar as irregularidades. Além disso, haverá ações específicas contra o tráfico de drogas.

“Há casos de pessoas que defecam em frente a prédios do entorno e que fazem sexo em via pública. Há muita gente de má índole frequentando o espaço, com tráfico e outros delitos. Essas pessoas serão coibidas”, garantiu o secretário.

Os empresários, por sua vez, virão com bons olhos essa parceria com o poder público. O presidente da Associação Brasileira de Bares e Casas Noturnas (Abrabar), Fábio Aguayo, avalia que as ações do Shopping Hauer têm potencial para ser um projeto-piloto, que pode ser replicado em outros pontos da cidade.

“Faltava essa integração do poder público com a iniciativa privada. Temos que dar força para as ações da prefeitura e da polícia. Os estabelecimentos têm que participar dessas ações”, disse. “Ninguém quer ter o carro riscado, chutado e conviver com o tráfico de drogas. Os empresários que trabalham ali querem separar o joio do trigo de verdade”, completou.

Via: Tribuna do Paraná