Ao Vivo

Bar japonês de festa de swing, lança prato chamado “suruba”, mas pede desculpas por polêmica

27/01/2021 às 08:02.

Foto: reprodução / Instagram.

Após a grande repercussão da festa de swing num bar japonês de Curitiba em meio à pandemia, o proprietário da casa Keiji Mitsunari resolveu aproveitar a situação para se desculpar e lançar um novo cardápio, de maneira bem humorada. “Muitas mensagens de carinho, dezenas de mensagens de ódio e de repúdio (…). Realmente errei! Fui irresponsável, mas acreditem, não sou uma pessoa ruim ou insensível”, escreveu o empresário no perfil do restaurante, no Instagram.

A festa entre casais foi exposta numa postagem do perfil @brasilfedecovid, no Twitter. A denúncia agitou as redes sociais após mostrar que o bar japonês estaria fazendo uma festa de swing entre os funcionários em meio à pandemia. Fotos da festa mostravam os casais sem roupa, em cima das mesas e nos espaços onde os clientes costumam fazer as refeições.

O proprietário se justificou dizendo que as fotos são antigas, porque elas já haviam circulado em grupos de WhatsApp tempos atrás. “Estou disposto a me comprometer e aprender com o episódio e dizer veementemente que ele nunca mais irá se repetir. Tenho muito carinho e amor por todos os meus clientes. Sei que minha atitude decepcionou muitas pessoas que gostam e admiram o meu trabalho, estou aqui para me desculpar verdadeiramente”, explicou o empresário.

Desinfecção e novo cardápio

O proprietário do bar japonês se comprometeu a procurar uma empresa profissional de desinfecção, mas afirmou que sempre toma cuidado com a limpeza e segue todos os protocolos de higiene e segurança. “Estou procurando uma empresa profissional de desinfecção para que não restem dúvidas sobre a nossa preocupação e zelo para com o Hyotan e tudo que o envolve. Os cuidados serão triplicados”.

Além dos cuidados de higiene, Mitsunari revelou em postagem anterior que deve lançar dois novos pratos em seu cardápio: Suruba de Gyosa (gyosa à vontade) e Orgia Gastronômica (menu degustação com entrada, porção, prato principal e sobremesa). O empresário se comprometeu a doar parte do lucro do prato Orgia Gastronômica para alguma instituição que auxilie no combate ao coronavírus.

Via: Tribuna Do Paraná