Ao Vivo

Balão com cerca de 200 metros de comprimento pega fogo no ar e cai em Curitiba

26/07/2021 às 06:01.

Um balão de aproximadamente 200 metros de comprimento foi apreendido após cair entre uma casa, uma empresa e uma fábrica em Curitiba, neste domingo (25). Somente a cauda tinha cerca de 150 metros.

Segundo a Polícia Militar, o balão voou do bairro Juvevê até o Boqueirão, onde caiu, uma distância de pouco mais de 11 quilômetros. Antes de cair, o artefato pegou fogo no ar.

Para evitar acidente, equipes da polícia militar acompanharam a trajetória do balão, inclusive um helicóptero do Batalhão de Operações Aéreas foi utilizado.

Balão  caiu sobre casa, fábrica e empresa em Curitiba — Foto: PM/Divulgação

Balão caiu sobre casa, fábrica e empresa em Curitiba — Foto: PM/Divulgação

Em solo, dez carros da PM cercaram o local onde o balão caiu e um caminhão do Corpo de Bombeiros foi utilizado para controlar as chamas provocadas. A PM afirma que o fogo danificou telhados e fechadas de casas.

A policia ainda teve que isolar o local porque haviam em torno de mil pessoas aglomeradas, parte querendo resgatar o balão e outra parte composta por curiosos, ainda conforma a PM.

A Copel também precisou ser chamada para retirar parte do balão que caiu sobre os fios da rede elétrica.

Segundo a Copel, 410 consumidores ficaram sem energia das 13:12 às 15:18. A equipe de manutenção teve que ir ao local para retirar os destroços do balão para religar a rede.

O balão foi entregue na sede do Batalhão da Polícia Ambiental, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. Os responsáveis pelo artefato não foram localizados pela polícia.

Balão de 200 metros de altura percorreu quase 12 km por Curitiba antes de cair em um bairro — Foto: PM/Divulgação

Balão de 200 metros de altura percorreu quase 12 km por Curitiba antes de cair em um bairro — Foto: PM/Divulgação

Crime Ambiental

Soltar balão é crime previsto na Lei de Crimes Ambientais que proíbe a “fabricação, venda, transporte ou soltura de balões que possam provocar incêndios nas florestas e demais formas de vegetação, em áreas urbanas ou qualquer tipo de assentamento humano”. O artigo prevê prisão de um a três anos e multa.

Recentemente, no dia 10 de julho, a Polícia Ambiental prendeu cinco pessoas em uma fazenda em Campo Magro, na Região Metropolitana de Curitiba, que se preparavam para soltar uma balão de mais de 35 metros de altura. Além da prisão, o grupo foi multado em R$ 50 mil.

Balão caiu no bairro Boqueirão, em Curitiba — Foto: PM/Divulgação

Balão caiu no bairro Boqueirão, em Curitiba — Foto: PM/Divulgação

Via: G1 Paraná