Após ser velada durante 8 horas, idosa é levada de volta a hospital

21/08/2019 às 16:39. Comente esta notícia!

Uma idosa, que estava sendo velada, foi levada de volta ao hospital em Bagé, na Região da Campanha do Rio Grande do Sul, na manhã de terça-feira (20). Conforme o delegado Luis Eduardo Benites, um inquérito policial foi instaurado para investigar o caso.

“Familiares dizem que ela estava viva, aí um médico foi chamado. Depois eles vieram e registraram um boletim de ocorrência. Os depoimentos vão ser tomados a partir de hoje [quarta]. Vamos ouvir familiares, possíveis testemunhas, pessoal do hospital, tudo tem que ser apurado”, afirma o delegado.

Segundo o cemitério José de Arimatéia, o corpo chegou para ser velado pela 1h. Cerca de 8 horas depois, por volta das 9h, a família chamou um médico ao perceber que o corpo estava quente.

Conforme a Santa Casa de Caridade de Bagé, a morte da paciente foi constatada por volta das 0h30 de terça.

“Pela manhã, ainda durante o velório, um familiar ficou em dúvida se a idosa estaria sem vida. A presença do médico assistente foi solicitada e o mesmo compareceu prontamente ao local, e confirmou o óbito. Com o objetivo de acalmar e confortar os familiares ofereceu a remoção da idosa novamente ao hospital para utilizar equipamentos que confirmaram a ausência de vida na presença de outros profissionais da saúde e familiares”, afirma a nota do hospital.

Conforme o cemitério, a mulher foi enterrada por volta das 22h.

“Se houve ou não responsabilização criminal, vai ser apurado durante as investigações”, acrescenta o delegado.

A reportagem conversou com um neto da idosa, que informou que falará mais tarde, pois a família ainda está “tentando resolver e esclarecer o acontecido de ontem [terça]”.

O hospital informou que “está à disposição das autoridades competentes para esclarecimento”.