Após derrota, Atlético tem tentativa de invasão e jogador reclamando da torcida

12/06/2017 às 08:29.

Após a derrota para o Santos, na noite deste domingo (11), que deixou o Atlético na lanterna do Brasileiro, o clima esquentou no Furacão. Entre 40 a 50 torcedores tentarem invadir uma área restrita da Arena através do acesso do estacionamento que fica na Avenida Brasílio Itiberê. Houve um princípio de confusão e a Polícia Militar agiu para afastar o grupo do local. Graças a isso, a entrada do estacionamento foi fechada e quem ainda estava no estádio teve de sair pela Getúlio Vargas.

Foto: Lineu Filho/Gazeta do Povo

Na sala de imprensa, as fortes cobranças da torcida sobre o time e a comissão técnica foram rebatidas pelo lateral Jonathan. “O torcedor tem que mudar a postura de hoje. Sabemos que eles estão chateado, mas só nós podemos sair dessa situação. Cobraram reforços, mas até eles chegarem, eles tem que apoiar quem está aqui”, cobrou o jogador, para quem o Furacão fez um bom jogo neste domingo.

Segundo o jogador, o momento é de fortalecer os laços entre time e torcida, pensando na reabilitação no Brasileirão e na sequência da temporada, em que o Furacão ainda está nas disputas da Copa do Brasil e da Libertadores da América. “Temos competições importantes e temos que nos fortalecer. Não adianta torcedor vaiar durante o jogo. Quer xingar, vaiar, faz depois. Tem jovens aqui que não estão acostumados com a pressão”, ressaltou.

Já o técnico, Eduardo Baptista, lembrou que, mesmo com média de idade baixa, o Atlético conta com jogadores com bagagem para absorver a pressão das arquibancadas. “Embora jovem, é um time rodado, e que joga a Serie A. Tem de saber conviver com a pressão. Procuramos dar tranquilidade, mas eles tem que responder com concentração, deixar de lado a pressão e responder jogando”, ensinou o técnico.

Via: Gazeta Do Povo