Ao Vivo

Após achar que estava infectado com coronavírus, pai se enforca para proteger a família na Índia

12/02/2020 às 14:42.
 

Após achar que estava com coronavírus, homem se enforca para proteger família (Reprodução: Times of India)

O coronovírus tem apavorado muitas pessoas ao redor do mundo e infelizmente tem causado algumas tragédias. Foi o que aconteceu com o pai Bala Krishna, que morava na Índia. Assustado com a possibilidade de estar com o coronavírus, ele se suicidou em uma tentativa de salvar sua família, segundo informações do Daily Mail.

Durante um surto, ele chegou a jogar pedras em seus familiares para mantê-los longe. Seus parentes relataram que ele estava obcecado assistindo a vários vídeos em seu celular sobre a propagação do coronavírus no mundo e acabou se convencendo erroneamente que estava infectado.

Segundo seu filho, Bala Murali, o pai chegou a ir a um hospital na semana passada, porque estava com febre, mas os médicos o diagnosticaram como uma febre viral. Os especialistas disseram a ele na ocasião que seu caso não era uma infecção por coronavírus, pois havia apenas três casos na Índia e nenhum em Andhra Pradesh, local onde o pai mora. No entanto, o homem não foi convencido e pediu para a família manter distância.

Com 50 anos, o agricultor trancou sua mulher e seus filhos em casa em Andhra Pradesh e acabou se enforcando perto do túmulo de sua mãe. Sua esposa tentou ligar para os vizinhos para eles abrirem o local onde ela estava presa, mas quando conseguiu sair, já era tarde demais. Bala Murali diz que chegou a procurar ajuda do governo ao perceber o desespero do pai, mas o falaram para ficar tranquilo e só tentar acalmá-lo.

O coronavírus já causou mais de mil mortes e infectou mais de 44 mil pessoas ao redor do mundo. No Brasil, são sete casos suspeitos e nenhum confirmado.

Saiba mais sobre o coronavírus para não cair em Fake News

O que é o novo coronavírus?
Segundo informações divulgadas pelo Ministério da Saúde, trata-se de um novo vírus que tem causado doença respiratória pelo agente coronavírus, com casos recentemente registrados na China. É importante saber que os coronavírus são uma grande família viral, conhecidos desde meados de 1960, que causam infecções respiratórias em seres humanos e em animais.

Geralmente, infecções por coronavírus causam doenças respiratórias leves a moderadas, semelhantes a um resfriado comum. Alguns coronavírus podem causar doenças graves com impacto importante em termos de saúde pública, como a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS), identificada em 2002 e a Síndrome Respiratória do Oriente Médio (MERS), identificada em 2012.

Como o novo coronavírus é transmitido?
As investigações sobre transmissão do novo coronavírus ainda estão em andamento, mas a a contaminação por contato, está ocorrendo. É importante observar que a disseminação de pessoa para pessoa pode ocorrer de forma continuada.

Alguns vírus são altamente contagiosos (como sarampo), enquanto outros são menos. Ainda não está claro com que facilidade o novo coronavírus se espalha de pessoa para pessoa.

Apesar disso, a transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como:
– gotículas de saliva;
– espirro;
– tosse;
– catarro;
– contato pessoal;
– contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Os coronavírus apresentam uma transmissão menos intensa que o vírus da gripe e, portanto, o risco de maior circulação mundial é menor. Ele pode ficar incubado por duas semanas, período em que os primeiros sintomas levam para aparecer desde a infecção.

Como prevenir?
O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus. Entre as medidas estão:

Evite o contato com pessoas que apresentem sinais ou sintomas da doença
Faça lavagem frequente das mãos, especialmente após contato direto com pessoas doentes ou com o meio ambiente;
Use lenço descartável para higiene nasal;
Cubra o nariz e boca quando espirrar ou tossir;
Evite tocar mucosas de olhos, nariz e boca;
Lave as mãos após tossir ou espirrar;
Não compartilhe objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;
Mantenha os ambientes bem ventilados.

Como é feito o tratamento?
Não existe tratamento específico para infecções causadas pelo novo vírus. Em geral, é indicado repouso e consumo de bastante água, além de medicamentos para dor e febre para aliviar os sintomas.

Assim que os primeiros sintomas surgirem, é fundamental procurar ajuda médica imediata para confirmar diagnóstico e iniciar o tratamento.

Quais são os sintomas do novo coronavírus?
Os sinais são semelhantes a um resfriado, como febre, tosse e dificuldade para respirar. Podem, também, causar infecção do trato respiratório inferior, como as pneumonias.

Via: Revista Crescer