Ao Vivo

Após 15 anos, família reencontra menino sequestrado por gangue chinesa quando tinha 1 ano

10/03/2020 às 09:02.

O menino foi sequestrado com 1 ano e encontrado agora, com 16 (Foto: Reprodução/ Weibo)

Após 15 anos de buscas, a família do menino Shen Cong o reencontrou neste sábado (7), na cidade de Guangzhou, na China. O garoto foi um dos nove sequestrados por uma gangue em 2005.

O jovem, hoje com 16 anos, foi encontrado em janeiro deste ano, em Meizhou. De acordo com o pai biológico de Shen, ele vivia com uma família adotiva, que está contribuindo com as investigações.

“Antes de conhecer meu filho, eu estava imaginando como seria conversar com ele. Não achei que ele fosse tão maduro – ele parece mais maduro que seus colegas e tem boas maneiras “, escreveu o pai no Weibo, o Twitter da China, segundo o South China Morning Post.

O menino foi levado de casa com cerca de 1 ano de idade. Os sequestradores teriam drogado e amarrado a sua mãe, enquanto o pai estava no trabalho. A identidade do menino foi confirmada por exame de DNA.

De acordo com o pai do menino, em relato à imprensa chinesa, um suspeito foi detido após outro sequestro de crianças, em 2016. Ele confessou ter vendido Shen Cong a um casal em Heyuan, outra cidade de Guangdong, por 13.000 yuanes (o equivalente a quase R$ 9 mil), em 6 de janeiro de 2005, e foi condenado à pena de morte em 2018. Uma mulher teria intermediado o sequestro de Shen e mais oito meninos da região entre 2003 e 2005. A polícia ainda não tem informações sobre o paradeiro da suposta intermediária desses sequestros.

Via: Revista Crescer