Aplicativo simula quanto você poderá sacar do FGTS no ano que vem

04/10/2019 às 08:37.
carteira de trabalho dinheiro 07 19 1400 800
Shutterstock

Neste ano, o Governo liberou um limite máximo de saques de R$ 500 por conta do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Mas no ano que vem, os trabalhadores poderão optar pelo saque-aniversário, que permitirá retiradas anuais para quem tem dinheiro no fundo e já existe até um aplicativo que simula a quantia que você poderá sacar. Veja como usar o app.

Cálculo do saque-aniversário do FGTS

A partir de 2020, o saque anual do FGTS será calculado de acordo com saldo da conta do trabalhador, da seguinte maneira:

  • Trabalhadores que tiverem até R$ 500 em conta, poderão sacar 50% do valor
  • Trabalhadores que tiverem entre R$ 500,01 e R$ 1.000, poderão sacar 40% do valor (de R$ 200 a R$ 400)
  • Trabalhadores que tiverem entre R$ 1.000,01 e 5 mil em conta, poderão sacar 30% do valor (de R$ 300 a R$ 1500)
  • Trabalhadores que entre R$ 5.000,01 mil e R$ 10 mil em conta, poderão sacar 20% do valor (de R$ 1000 a R$ 2000)
  • Trabalhadores que tiverem entre R$ 10.000,01 e R$ 15 mil em conta, poderão sacar 15% do valor (de R$ 1.500 a R$ 2250)
  • Trabalhadores que tiverem entre 15.000,01 e R$ 20 mil em conta, poderão sacar 10% do valor (de R$ 1500 a R$ 2000)
  • Trabalhadores que tiverem acima de R$ 20.000,01 em conta, poderão sacar 5% do valor (a partir de R$ 1000)

E se você quiser simular o quanto poderá sacar, basta usar o aplicativo FGTS, lançado recentemente pela Caixa Econômica Federal.

Como fazer a simulação pelo aplicativo “FGTS”

O primeiro passo para fazer a simulação é baixar o app no seu smartphone, que está disponível para celulares que operam com os sistemas Android, iOS e Windows.

Depois, você precisa se cadastrar e confirmar alguns dados para ter acesso à quantia total do seu benefício.

A Caixa preparou um tutorial (assista no vídeo abaixo) que ensina o passo a passo do cadastro:

Algo que mudou e vai facilitar bastante a vida do trabalhado é que, antes, era preciso informar o número do PIS para ter acesso à conta ou às contas do FGTS, mas pelo aplicativo, basta informar o CPF.

Com o cadastro pronto, você terá acesso ao saldo das contas ativas e inativas e, também, ao saldo total do FGTS.

Via: Vix