Ao Vivo

Ambev irá doar caixas térmicas que seriam utilizadas no Carnaval para armazenar vacinas

09/02/2021 às 08:30.

Mesmo depois de quase um ano e o início das vacinações em diversos países, ainda estamos vivendo uma pandemia onde os casos e mortes não param de crescer.

Agora mais do que nunca é necessário que evitemos aglomerações e continuemos nos cuidando. Foi pensando nisso que a Ambev decidiu dar um destino diferente para as caixas térmicas que manteriam suas bebidas geladas durante os blocos de Carnaval deste ano.

Ao invés das caixas térmicas serem utilizadas pelos vendedores ambulantes, elas serão adaptadas e destinadas às Secretarias Estaduais de Saúde de 26 estados, mais o Distrito Federal, para armazenar e transportar vacinas contra Covid-19.

Com capacidade de armazenamento simultâneo para mais de 3 milhões de doses de vacinas, as mais de 5 mil caixas térmicas começarão a ser entregues na sexta-feira em que começaria o Carnaval, dia 12 de fevereiro.

“Este não é o momento de ter festas nas ruas ou aglomerações. O nosso papel é apoiar o país na vacinação para que em 2022 a gente possa voltar a curtir o Carnaval com saúde e muita folia“, comentou Jean Jereissati, CEO da Ambev.

As caixas térmicas, que foram adaptadas especialmente para o uso médico, são de poliuretano e possuem um termômetro para controle da temperatura.

A logística de distribuição será feita pela Ambev, junto com seus parceiros Transportadora Real94 e LZN Logística, e será feita com critérios de priorização dos estados com menor renda e maior população.

Além disso, a marca também está lançando uma plataforma chamada de “Ajude um Ambulante“, para auxiliar os profissionais que serão prejudicados pelo cancelamento do Carnaval.

A plataforma busca oferecer auxílio financeiro de até R$ 255 para os autônomos, em parceria com o app Zé Delivery. Para isso, os vendedores devem se cadastrar pelo site. Assim que o cadastro é aprovado, o ambulante recebe R$150 e um código para distribuir aos consumidores, assim cada vez que o código é usado no Zé Delivery, o ambulante recebe R$5, com máximo de 20 usos por profissional e aqueles que fizerem um curso profissionalizante sobre consumo responsável de álcool recebem R$5 extras.

Fonte/Créditos: B9.

Via: Publicitários Criativos