Alunos que levaram golpe em formatura receberão festa nesta terça-feira. Entenda o caso!

30/04/2019 às 11:23. Comente esta notícia!

 

Enfim, os formandos que tiveram a festa cancelada pela empresa Aloha Formandos poderão celebrar, nesta terça-feira, o fim de seus cursos em uma nova festa na Ribalta, só que agora com outra empresa. A Fox Formaturas se ofereceu para promover o evento sem nenhum custo para os formandos e conseguiu uma nova data para a realização da festa de formatura.

— É um mercado com tanto descrédito que a nossa intenção era não deixar os formandos desamparados. Lançamos uma nota no dia seguinte do acontecido e, na mesma hora, vários parceiros nossos se prontificaram a nos ajudar a realizar uma nova festa — disse Feliphe Martins, um dos sócios da Fox Formaturas.

Feliphe ainda afirmou que a empresa tinha feito uma proposta para os formandos, mas perdeu para a Aloha porque eles teriam oferecido a metade do valor.

A festa contará com um buffet completo de massas, salgadinhos e sushis. Além disso, o bar disponibilizará cerveja, vodka e drinks. Na pista de dança, os formandos poderão curtir a dupla sertaneja Fabiano e Bonato, o grupo de música eletrônica “Deep Please Crew”, além de Mc Bochecha e outras atrações.

Apesar de ser totalmente gratuita para os formandos, alguns deles não poderão comparecer à festa por motivos financeiros. Segundo Martins, algumas pessoas disseram que não conseguiriam arcar com novos custos de vestido, terno, maquiagem e locomoção até o local.

 

Relembre o caso

O que era para ser uma celebração virou um pesadelo para formandos de sete faculdades do Rio, na noite do dia 21 de abril. Contratada para realizar uma festa de formatura unificada que incluía oito cursos de universidades públicas e particulares, a empresa Aloha Formandos não apareceu no local indicado para a festa, o Ribalta, na Barra da Tijuca. Na porta, um cartaz afixado pela administração do espaço de eventos explicava que a empresa responsável pela realização da festa não honrou com os compromissos firmados com fornecedores e deixou de abastecer o local com suprimentos. O caso foi registrado na 16ª DP (Barra) e na 42ª DP (Recreio).

Com previsão de reunir 2 mil pessoas, a festa de formatura cancelada foi paga por cerca de 140 formandos, que desembolsaram R$ 3.500 (cada) e mais uma taxa de R$ 250 pelo evento unificado unificado. A estimativa é que a Aloha tenha arrecadado mais de R$ 500 mil para a realização do evento que não aconteceu.

 

Fonte: Extra