A professora que fez uma hamburgada e realizou o sonho dos alunos

15/08/2017 às 12:55.

Foto: Arquivo Pessoal

A professora Ludmila Cruzal, de 33 anos, estava fazendo um exercício na sala de aula de uma escola pública na cidade de Magé, na região metropolitana do Rio de Janeiro, quando descobriu que muitos de seus alunos nunca tinham comido hambúrguer e que este era o sonho deles.

Com o próprio dinheiro, Ludmila, que é professora há 15 anos, organizou uma “hamburgada” para as crianças da Creche Municipal José de Oliveira Telle. A iniciativa simples, mas muito significativa, viralizou nas redes sociais após ela compartilhar em seu perfil no Facebook um relato emocionante sobre o ocorrido.

“Um dos estudantes disse: ‘tia, nunca comi um, mas já sonhei que comia’. Respira, engole o choro e refletir é inevitável. Algo tão simples para tantos, tão frequente para muitos que chega a ser utópico acreditar que eles nunca comeram”, escreveu no Facebook.

 

O lanche

 

Tudo começou em 31 de julho, dia em que a professora propôs uma atividade de alfabetização para as crianças, que têm de cinco a seis anos de idade. Elas foram desafiadas a escolher uma palavra com a letra H dentre três opções: hipopótamo, hospital e hambúrguer.

O grupo optou pela terceira. “Naquele momento, um dos alunos compartilhou a experiência de ter ido com a madrinha ao McDonald’s nas férias. As crianças ficaram extasiadas diante da novidade e fizeram várias perguntas sobre o que tinha dentro da caixa do lanche e se era verdade que ganhava um brinquedo”.

Em seguida, Ludmila pediu para que os pequenos que gostassem do lanche levantassem as mãos. Para sua surpresa, poucos se manifestaram. A profissional ficou sensibilizada com a situação, pois ela divide a rotina entre trabalhar no ensino público e em uma escola particular, vivenciando duas realidades.

“Resolvi ensinar a palavrinha que eles escolheram, mas procurei apresentá-la dentro de um contexto. A aprendizagem precisa ocorrer de forma significativa. Me preocupo em preparar aulas diferenciadas porque as crianças precisam gostar de ir para creche e estudar com prazer”, afirma.

A professora pediu autorização da diretora e da nutricionista da creche e anunciou aos pequenos que ela compraria os materiais necessários para a “hamburgada”. “Como os alunos ficaram entusiasmados com a novidade, quiseram participar de todo o processo desde o preparo da comida.”

 

Foto: Arquivo Pessoal

 

Para ela, o mais marcante da atividade foi o registro dos relatos das crianças ao serem questionadas sobre o que acharam do lanche especial. “Muito maneiro! Amei”, disse um deles.  “Meu primeiro hambúrguer queria levar para casa. Meu irmão vai gostar, também”, afirmou outro.

Em relação à repercussão da publicação, a profissional conta: “Ao meu ver, não foi nada além do que sempre costumo fazer com eles, não imaginei tamanha repercussão. Estou emocionada diante de tanto carinho recebido”.

Veja o post abaixo:

 

Sou professora de educação infantil e gostaria de compartilhar uma experiência com vcs que aconteceu em minha sala de…

Posted by Ludmila Cruzal on Thursday, August 10, 2017

 

Fonte: Catraca Livre