Ao Vivo

3º Aviões Fantasy atrai 50 mil pessoas e Xand Avião lança EP de surpresa

03/09/2018 às 09:14.

Xand Avião surpreendeu o público da 3ª edição da festa “Aviões Fantasy”, em Fortaleza, na madrugada de sábado para domingo (2/9). Anfitrião do evento, que contou com shows de Kevinho, Alok e Avine Vinny, ele subiu no palco com repertório renovado. É que, entre seus grandes sucessos, havia cinco músicas inéditas.

Sem aviso prévio, ele lançou um EP durante o andamento do festival: o material entrou nas plataformas digitais exatamente à meia-noite, quando a maior parte do público de quase 50 mil pessoas já estava no estacionamento da Arena Castelão para festejar. No meio de seu show, que começou às 3h da manhã e continuou após o sol raiar, ele perguntou: “quem aqui tem Spotify? E Deezer? E iTunes?”. E ali mesmo cantou e ensinou sua legião de fãs a cantarem as canções do EP. Foram bem recebidas.

Talvez as pessoas de outras regiões não tenham noção do quanto movimenta o “Aviões Fantasy”, realizado há três anos em Fortaleza. É um evento enorme, com três setores, dois camarotes open bar, uma infraestrutura gigantesca que inclui parque de diversões, e 10 horas de música. O show de Xand, obviamente o headliner, conta com uma superprodução com cenários 3D para deixar muita popstar invejada. E ele não sai do palco por várias horas.

“Eu corro para me preparar. E bebo cerveja (risos)”, diz. Nesta edição, as atrizes Giovanna Lancellotti e Deborah Secco viajaram do Rio de Janeiro para Fortaleza só para assisti-lo. Giovana foi de diabinha e Deborah de She-rah. Xand reservou dezenas de quartos em um hotel cinco estrelas na beira da praia para receber seus convidados – além das atrizes, outras celebridades e influenciadores digitais.

O evento está para ser exportado. Pela primeira vez, o cantor levará o “Aviões Fantasy” para outras cidades. “O pessoal pediu tanto que a gente vai fazer uma edição em Manaus e uma em Salvador ainda este ano”, adianta o cantor, “a gente não queria que virasse um festival, porque é muito difícil levar essa estrutura. É muito cara. Não vou dizer que não é cara. Para entregar esse palco, com todo mundo fantasiado, os garçons, os seguranças, todos os funcionários… a gente envelopa o evento todo. Mas vamos isso também em Manaus e em Salvador”. A cara das edições interestaduais será a mesma: uma mistura de atrações de diferentes estilos musicais.

– No ano passado, a gente fez com o Make U Sweat, que é música eletrônica, e com o Matheus e Kauan, que é sertanejo. Neste ano, coloquei o Kevinho, porque meu filho ficou pedindo para eu colocar ele. Mas também é um cara estourado. E o Alok, que dispensa comentários, porque é um dos maiores do Brasil. Acho que o pessoal gostou, porque ficou uma mistura bem legal. Aí entra o forró para terminar de fechar. – explica.

Os artistas também vão fantasiados. Kevinho pintou metade do rosto de caveira e Alok subiu no palco com uma máscara de cachorro. Antes do show de Xand, houve ainda um concurso de fantasias, com entrega de um prêmio de R$ 3 mil para o folião mais criativo. As pessoas realmente capricham. “Quando meu sócio quis fazer essa festa há quatro anos, eu fui contra, porque você precisa do dinheiro da fantasia, da bebida e da entrada para ir a uma festa à fantasia.

É um tipo de festa cara, né?”, pondera Xand, “no primeiro ano, 50% das pessoas vieram fantasiadas. No segundo ano, todo mundo veio. Neste ano, também, todo mundo fantasiado. É impressionante”. Ele mesmo fica ansioso para definir seu figurino. Mas é sua mulher que pensa em tudo. “Rapaz, eu não decido nada. Quem decide é minha mulher. Ela que faz, parecido com o tema do evento. Neste ano, ela pensou em três fantasias, com três trocas completas”, explica.

O festival movimenta a economia. Fora os empregos diretos que o evento gera, é notório o número de turistas em Fortaleza especialmente para a festa. Salvador e Manaus, preparem-se, porque as carretas de Xand estão a caminho!