Fique Sabendo

Paz Tem Voz

28 de fevereiro de 2012, 16:27. Comente esta notícia!

Campanha incentiva cultura da paz

Novas peças da campanha Paz Tem Voz mostram que a atitude contra a violência está nos pequenos gestos

O novo material publicitário da campanha Paz Tem Voz, promovida pela Gazeta do Povo, RPC TV e Rádio 98FM, empresas do Grupo Paranaense de Comunicação (GRPCOM), foi lançado no último domingo (26). Os anúncios, filmes e spots terão cinco diferentes abordagens de violência. As primeiras peças que estão sendo veiculadas tratam da violência no trânsito e na escola, e levam o slogan “A paz no trânsito está na educação. Seja consciente.” e “A paz está no diálogo. Converse com seu filho.”, respectivamente.

A campanha, criada pela agência The Getz, reflete a proposta desta nova etapa que prossegue até meados deste ano. Com foco mais forte na cultura da paz, o objetivo é sensibilizar a sociedade para o problema da violência e mostrar à população que a mudança do cenário depende das atitudes de cada um.

Os filmes trazem um contador de história que relaciona algum fato da infância de um familiar que poderia ter um desfecho violento e trágico. Mas, o personagem entra em cena para mostrar que sua atitude fez a diferença. “A ideia é transmitir que as pessoas são responsáveis pelos seus atos e que sempre existem caminhos. Basta fazer a escolha mais sensata. Por isso, ações de incentivo à convivência, à gentileza e ao relacionamento em comunidade serão valorizadas nesta etapa”, destaca Milena Seabra, diretora de Marketing Corporativo do GRPCOM.

Dar voz à população

A campanha contra a violência, chamada inicialmente de Paz Sem Voz é Medo, começou em julho do ano passado, com o foco foi na conscientização da sociedade a respeito do quadro negativo de violência que se estabeleceu no Paraná. Em janeiro deste ano a campanha evolui para Paz Tem Voz, com foco mais forte na cultura da paz.

Com apoio de campanha publicitária e de matérias jornalísticas exibidas nos veículos do GRPCOM, a campanha mostrou que o esforço para reverter o cenário de violência não poderia ser apenas responsabilidade do poder público. Toda sociedade deveria estar envolvida e que, dentro das possibilidades, cada um poderia fazer algo para melhorar a segurança de sua comunidade.

 

Nesse período, foram incentivadas a criação de Conselhos Comunitários de Segurança (Consegs), a adoção de ações comunitárias e as denúncias de crimes, por meio de boletins eletrônicos. Além disso, o GRPCOM lançou o Mapa do Crime, uma ferramenta para aumentar a transparência sobre os números dos crimes no Paraná, inspirada nas plataformas como “Wikicrimes”, “New York City Homicides Map” e “Spotcrime”.

É um espaço para o cadastramento de casos de homicídio, agressão, furto, roubo e tráfico de drogas. O instrumento possibilita que o cidadão registre delitos de que é vítima ou testemunha. O Mapa do Crime ainda coloca à disposição dos paranaenses estatísticas oficiais e canal para denúncias.

Mobilização

O Fórum Unidos pela Paz, realizado em setembro, reuniu cerca de 100 pessoas, entre representantes de entidades públicas, privadas e da sociedade civil, para a discussão de propostas de melhoria da segurança no estado. Outra ação foi o Papo Universitário, evento promovido pela Gazeta do Povo, que contou com a presença de especialistas que falaram do direito ir e vir; de como retomar a vida depois de sofrer uma agressão; dos perigos que vão do mundo real ao virtual; e da violência quase invisível do bullying.

No final do ano passado, foi iniciado um trabalho mais focado na Cidade Industrial de Curitiba (CIC), bairro de Curitiba que concentra maior número de homicídios. Dentro do projeto, um grupo de jornalistas da Gazeta do Povo e da RPC TV realiza uma série de reportagens nas vilas Verde e Sabará, com o propósito de mostrar o efeito da violência na CIC e as dificuldades enfrentadas pelos moradores nas mais diversas áreas. A ideia é também divulgar e apoiar boas iniciativas já desenvolvidas na região.

Outra iniciativa são os cafés com a comunidade, onde os jornalistas reúnem-se com lideranças das vilas e com representantes de órgãos públicos para discutir problemas das vilas e buscar soluções.  A partir dessas ações, a Gazeta do Povo lançou o Blog das Vilas, que atende o Bolsão Sabará e a Vila Verde, trazendo assuntos como segurança, educação, saúde, eventos, dicas de cursos e empregos. O trabalho nas vilas já apresentou resultados concretos, como a redução no número de assaltos e a volta da Polícia Montada para a CIC.

Ações da campanha Paz Tem Voz têm ocorrido em diversas regiões do Paraná, como Londrina, Cascavel, Toledo, Cianorte, Irati e Paranavaí. São blitze nas ruas das cidades, em partidas de futebol e apoio a eventos e até carretas pela paz, como a realizada em Irati, no último dia 15.

Todas as iniciativas visam à conscientização e mudança de atitude pela paz. Como reconhecimento, a campanha Paz Tem Voz já recebeu o Prêmio Chico Mendes de Responsabilidade Sociombiental, que tem o objetivo de promover a cultura das boas ações e intenções, melhorando a qualidade de vida de todos.

 

Saiba o que foi a segunda fase da campanha

Ações alertando a população de que a voz faz a diferença na luta pela paz, seguem até junho deste ano em todo o Paraná

A campanha pela paz no Paraná realizada pela Gazeta do Povo, RPC TV e Rádio 98FM, empresas do Grupo Paranaense de Comunicação (GRPCOM), entrou em sua segunda fase, dia 08/01. A partir de agora a campanha passa a se chamar ‘Paz Tem Voz’, com a proposta de mostrar à população que a sua voz faz a diferença na luta pela paz. Esta evolução é o reflexo do trabalho construído durante a primeira fase.

A campanha tem como objetivo despertar a conscientização e o poder de mobilização da sociedade paranaense no combate à violência. Este projeto está nas ruas do Paraná desde julho de 2011 e está dividido em duas fases. A primeira etapa, realizada entre julho e dezembro do ano passado, trouxe peças publicitárias provocativas que estimularam a população a se conscientizar e a se mobilizar em relação à promoção da Paz, dando ênfase ao fato de que, sem segurança, perde-se a liberdade.

Já nesta segunda fase, a campanha pretende estimular o exercício da cidadania e mostrar que os paranaenses podem ser mais participativos na construção de uma sociedade de paz. Ações de incentivo à convivência, à gentileza e ao relacionamento em comunidade serão valorizadas nesta etapa.

Tanto a logomarca da campanha, quanto as peças publicitárias receberam novas cores e alertam para a necessidade de promoção da paz. As ações da campanha ‘Paz Tem Voz’ seguem até junho deste ano em todo o Paraná e serão marcadas por blitz e por ações de engajamento, por distribuição de material e pelo apoio de entidades parceiras e da população em geral.

Campanhas

Este é o terceiro ano consecutivo que o GRPCOM, por meio de seus veículos Gazeta do Povo, Jornal de Londrina, Gazeta Maringá, RPC TV, ÓTV, Mundo Livre FM, 98FM e Cultura FM, além do Instituto GRPCOM, lança uma campanha de mobilização e de conscientização da sociedade paranaense para temas relevantes que fazem parte do dia a dia da população. Depois da campanha ‘Trânsito. Respeito ou Morte você escolhe o caminho’ (2009) e Voto Consciente (2010), em 2011 e 2012 o tema é a segurança pública e a violência, com os slogans ‘Paz Sem Voz é Medo’ e a partir deste final e semana, com a evolução para ‘Paz tem Voz’.

 

 

 

Nenhum Comentário

Deixe o seu comentário!

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

*

*

*