Neve chega a Curitiba e região metropolitana

A neve chegou a Curitiba e região metropolitana na manhã desta terça-feira (23). Pouco antes das 10 horas, o Instituto Tecnológico Simepar confirmou que houve queda de chuva congelada com a incidência de flocos de neve misturados às pequenas gotas de gelo. O fenômeno foi constatado por registros fotográficos e vídeos. Leitores e repórteres da Gazeta do Povo relatam que o a neve pôde ser observada a partir das 8 horas, em alguns pontos da região sul e oeste da cidade.

As temperaturas baixas que atingem o Paraná entre a noite desta segunda (22) e terça-feira (23) fizeram cair neve em pelo menos dez cidades do estado. O Instituto Tecnológico Simepar relata que o número pode aumentar, já que depende de registros de moradores das regiões onde ocorreu o fenômeno para confirmar o fenômeno.

Até às 7h50, de acordo com o Instituto Tecnológico Simepar, Araucária, na região metropolitana de Curitiba, já tinha a confirmação do fenômeno. Nas cidades próximas à divisa com Santa Catarina, também havia registro comprovado por fotografias pelo instituto em São Mateus do Sul, Pinhão, União da Vitória, Guarapuava, Lapa, Toledo, Palmas, Paula Freitas e Irati. Um repórter da Gazeta do Povo relatou que o fenômeno podia ser observado em Fazenda Rio Grande nesta manhã.

Em Curitiba, algumas pessoas relataram o registro de chuva congelada, uma espécie de fase anterior à ocorrência de neve. De acordo com o meteorologista do Simepar, Lizandro Jacobsen, quanto mais ao sul da capital, maior a chance de ocorrer o congelamento da chuva. “Ficou um pouco mais difícil de nevar em Curitiba porque o resfriamento diminuiu um pouco [às 7h45], mas a chuva congelada tem uma grande chance de ocorrer.”

Em vários municípios paranaenses houve registro de um fenômeno meteorológico semelhante, a chuva congelada, conhecida como “sleet”. A técnica em meteorologia do Instituto Somar Patrícia Vieira explica que a diferença começa já em sua formação. “A chuva congelada acontece quando as gotas de chuva congelam conforme estão caindo. Com a neve, o floco se forma já nas nuvens”, diz. “Quando a neve cai no chão, ela continua por ali. Com a chuva congelada, as gotas derretem assim que tocam alguma superfície”, completa.

Em todo o estado houve registro de temperaturas muito baixas nesta manhã, principalmente em Palmas, com -2Cº. Na capital, a mínima até às 7h45 foi de 2ºC, mas a sensação térmica chegou a -3º, conforme o instituto. Ao longo do dia, a temperatura deve subir pouco, chegando no máximo a 7º.

Rodovias

Na BR-277, em Guarapuava, a neve causa transtorno aos motoristas nesta manhã. A Polícia Rodoviária Federal (PRF), faz uma operação especial entre o pedágio Relógio e a praça de Candói, onde o fluxo chegou a ser totalmente interrompido. Uma densa camada de neve está sobre a pista e uma espécie de trilha no meio do asfalto permite a passagem. Todo o trecho está bastante escorregadio, mas não foram registrados acidentes até às 8 horas.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou, nesta segunda-feira (22), que dois pontos da BR-116 foram interditados por volta das 21h20, nos quilômetros 100 (sentido Sul) e 152 (sentido norte). Já na BR-282, foi fechado um ponto no quilômetro 45, próximo ao município de Rancho Queimado, a 65 quilômetros de Florianópolis.

Estragos

Em Guarapuava, o telhado de uma das lojas da rede Havan desabou devido ao acúmulo de neve no telhado. De acordo com a assessoria de imprensa da entidade, ninguém ficou ferido no incidente. Segundo os bombeiros, há o risco de queda de um muro da loja.

Os telhados do ginásio de esportes Trianon e de uma quadra de futebol da cidade do Centro-Sul do Paraná também desabaram com o peso da neve acumulada na madrugada de hoje. Os bombeiros receberam também chamados de moradores sobre queda de telhado de garagens.

Ajuda

Não há um instrumento que consiga precisar se houve ou não neve, e, para que o fenômeno possa ser comprovado, o Simepar precisa da ajuda dos cidadãos. “Pedimos que as pessoas nos enviem fotos e vídeos daquilo que eles acreditam ser neve para que possamos verificar e registrar a ocorrência”, informa Jacóbsen.

Com neve ou sem neve, as temperaturas vão continuar baixas no Paraná. Em Curitiba, a máxima não deve passar dos oito graus. Em Palmas, a mínima pode chegar até os três graus negativos. A partir de quarta-feira, a tendência é que a umidade diminua bastante, o que deve fazer com que o estado registre fortes geadas.
Interatividade

Frio, geada, chuva congelada ou neve. Fez registro de algum destes fenômenos no Paraná? Então participe da nossa galeria. Você pode enviar sua foto para o e-mail pautagpol@gazetadopovo.com.br ou postar nas redes sociais com a hashtag #japragazeta. Antes de compartilhar, leia os termos departicipação e cessão das imagens.