Fique Sabendo

Litoral tem 42 pontos impróprios para banho

07 de janeiro de 2013, 09:40. 1 comentário, comente também!

O Instituto Ambiental do Paraná (IAP) divulgou neste sábado (5) o terceiro boletim de balneabilidade da temporada. Dos 49 pontos monitorados nos balneários e Ilha do Mel, 42 são considerados impróprios para banho. Segundo o IAP, as fortes chuvas que atingiram o litoral durante a semana e o movimento de veranistas contribuíram para alterar a qualidade da água da região. Veja na tabela os pontos próprios para banho.

Pontos próprios para banho
Ilha do Mel- Praia do Farol em Frente a Trilha do Trapiche
Ilha do Mel- Praia de Foral à direita das Pedras (190m)
Ilha do Mel- Praia Grande à direita do Morro (200m)
Ilha do Mel- Encantadas Mar de Fora- Praça de Alimentação
Matinhos-
Caiobá
Praia Mansa- Rua Céu Azul
Guaratuba á esquerda da Rua Ponta Grossa (10m)
Morretes/Antonina Rio Marumbi, próximo à Ponte Estrada Anhaia

Ainda de acordo com o IAP, o aumento de concentração de Enterococcus, acima dos índices recomendados pelo Conselho Nacional de Meio Ambiente (Conama), pode ter diversas causas, entre elas, a contaminação pela presença de esgoto clandestino.

Os locais impróprios são sinalizados com a bandeira vermelha e a área não recomendada para banho fica a 100 metros à esquerda e à direita da sinalização.

As análises avaliam as condições das águas mais frequentadas por veranistas no litoral e, também, 16 pontos no interior do estado,  como o  reservatório da usina de Itaipu Binacional. No interior, o resultado se mantém o mesmo desde o início da temporada de verão.

Devido ao feriado de ano novo, as coletas foram realizadas, excepcionalmente, na quarta-feira (2) e os resultados das amostras ficaram prontos somente neste sábado. A divulgação do monitoramento da qualidade da água voltará a ser feita nas sextas-feiras.

O veranista pode acompanhar a qualidade das águas no site do IAP,  na sinalização, nas barracas de informação instaladas nas praias e no comércio local. O monitoramento da qualidade da água é feito pela análise de amostras recolhidas em cada um dos pontos.

Fonte

1 Comentário

  1. Eliane Ricardo de Carvalho Modesto disse:

    Desculpe o desabafo, mas toda temporada é a mesma conversa, o pessoal da Sanepar vive verificando estes esgotos clandestinos eles são notificados e nada acontece, passa ano e anos e continua a mesma coisa. Daqui a pouco não vamos ter mais prais aqui no Paraná.

Deixe o seu comentário!

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

*

*

*